Atividade física, relaxamento e cuidados psico-emocionais na gravidez

Hoje o Bigmãe traz para vocês um novo artigo de autoria de Yolanda Castillo Martíns, do Centro de Medicina Holística, que aborda temas essenciais para as grávidas, que são: Atividade física, relaxamento e cuidados psico-emocionais durante a gravidez.

* Atividade física, relaxamento e cuidados psico-emocionais na gravidez

As gestantes escutam mil e um conselhos sobre a forma como devem viver a gravidez, que atividades devem realizar, como as devem realizar, etc…pois este é um momento especial durante o qual a nova vida se desenvolve. Nesta etapa tão especial a mãe deve cuidar e preparar o corpo e a mente para poder alcançar o bem-estar de que necessita, assim como fazer a preparação físico-emocional para o momento do parto e nascimento do bebé.

cuidados-psico-emocionais-gravidez-nova-vida

A atividade física é muito importante para a grávida e para o bebé mas… que tipo de atividades é mais adequado, quais não são e porquê?

Muitas das mulheres que estão grávidas, até esse momento, tinham uma vida ativa dentro da área do desporto, frequentavam o ginásio, saiam para correr, dançar, etc… A gravidez é uma etapa muito especial durante a qual o corpo da mulher se prepara e adapta para receber o novo ser, pelo que esta fase requer mais tranquilidade para o organismo da mulher, desportos menos agressivos. Por estes motivos qualquer tipo de exercício com movimentos violentos, como aqueles que incluem a velocidade, saltos, carga de pesos, está fora de questão pois podem prejudicar o normal desenvolvimento do bebé. Por outro lado são excelentes, para esta etapa, diferentes tipos de exercícios:

* Caminhar é bom para a mulher já que exercita a parte muscular, estimula a circulação (sobretudo nos membros inferiores que, à medida que os meses passam e a barriga aumenta, devido ao crescimento do bebé, pressiona os pontos linfáticos da zona inguinal (virilhas), provocando má circulação linfática, peso nas pernas, inchaço nos tornozelos, retenção de líquidos, entre outos). Ao caminhar todos os dias a mulher evita sofrer este tipo de alterações orgânicas mais desagradáveis.

* O yoga também é aconselhável. Os exercícios mais suaves e tranquilos são bons pois, para além de relaxarem fisicamente a mãe, também aumentam e mantêm a sua flexibilidade. Este tipo de exercício é muito útil para a mobilidade da futura mamã, durante os nove meses da gravidez, assim como para a preparação do parto.

* Natação, uma vez que os exercícios são realizados, como é lógico, no elemento água. Também o organismo humano está composto, na sua maioria, por água e esta está associada às emoções. É por isso que são muitos os benefícios que a natação proporciona pois, para além de relaxar fisicamente a mãe e o bebé, prepara, juntamente com os exercícios anteriores, os músculos para o momento do parto. Mas não é apenas isso já que a natação, ou o simples facto de estar na água, realiza um trabalho profundo sobre as emoções. A gestante relaxa mental e emocionalmente quando está dentro de água, os pensamentos negativos dispersam-se e dão lugar a um estado de paz e tranquilidade. Àquelas mulheres que não têm a possibilidade de praticar natação, por qualquer motivo, sugerimos que tomem, com frequência, banhos de água quente pois estes também proporcionam um efeito relaxante a nível físico e mental.

Para além disso, nesta nova etapa que está a viver, a mulher necessita de mudar alguns dos seus hábitos menos saudáveis por outros mais adequados para ambos… O que é que deve ser evitado?

A maioria das mulheres tem hábitos pouco saudáveis e stressantes, para o seu corpo e mente, porém quando estão na etapa da gravidez o stress e os hábitos pouco saudáveis são ainda mais prejudiciais. Muitas destas mulheres são jovens e inexperientes e não tem consciência de que esses hábitos são prejudiciais para elas e para o novo ser que se está a gerar no interior dos seus ventres.

O stress leva a que grande parte da população feminina fume, consuma álcool, sofra de insónias e, nalguns casos, causa a dependência de sexo. Não é novidade nenhuma, para os leitores, de que estes fatores são danosos para o desenvolvimento do bebé, pelo que a mulher deve eliminar os seus maus costumes.

A realização dos diferentes tipos de exercícios de que falei anteriormente ajudará a que a insónia e os estados de vigília desapareçam. Dormir o número de horas necessárias é muito importante durante a gravidez, tanto para o bebé como para a mãe, pois durante o processo de formação o bebé alimenta-se da energia da mãe. A mãe repõe a energia enquanto dorme por isso é indispensável que evite as insónias e que faça com que o descanso seja realmente reparador. A gestante deve evitar dormir durante o dia pois isso altera os seus biorritmos e os do bebé.

* Relativamente à atividade sexual, os futuros pais podem manter as relações sexuais dentro da normalidade, sem temores, ansiedades nem ausência de desejo por parte da grávida pois o sexo praticado de forma saudável durante a gestação só traz benefícios: fortalece o vínculo entre os futuros pais, é uma excelente demonstração de amor entre eles, assim como um modo de transmitir ao bebé a estabilidade e segurança de que os seus pais se amam e de que ele é o fruto desse amor.

Contudo existe também um conjunto de hábitos físicos, emocionais e psicológicos que deveriam ser praticados durante os meses de gestação… Quais são esses hábitos?

O sol é imprescindível para um bom estado de ânimo e para nutrir a pele. As exposições prolongadas devem ser evitadas, especialmente nas horas de maior calor e incidência dos raios. Receber a energia solar durante as primeiras horas da manhã, sobretudo na zona do peito e do abdómen, é extremamente benéfico.

No peito porque a energia solar estimula a produção de leite materno e faz com que este contenha mais proteínas e vitaminas, o que proporciona uma melhor alimentação ao bebé. No abdómen porque através dele recebe esta energia que nutre o corpo e equilibra as emoções, pois o sol é uma fonte de alegria e um transmissor direto de magnífica energia!

* Através da meditação a gestante aprende a controlar a respiração e a eliminar “o ruído exterior” da sua mente. A mente é o pior inimigo do ser humano já que através dela deixamos entrar pensamentos, emoções, sentimentos e energias negativas. Desta forma, quando falo de ruído exterior, refiro-me a todos esses medos, inseguranças, tristezas, preocupações ou prejuízos que são gerados no nosso dia-a-dia. A meditação ajuda a dominar a mente o que possibilita um equilíbrio psico-emocional perfeito e a elevação do estado de consciência da gestante e do bebé.

Porque é que a leitura e a música proporcionam benefícios à grávida e ao bebé?

* A leitura permite-nos aceder a uma fonte de conhecimento, por isso é muito importante escolher os livros adequados que transmitam a informação necessária para esta etapa. A mãe beneficia do conhecimento adquirido durante a leitura já que este lhe proporciona tranquilidade e segurança para viver a gravidez de forma responsável e consciente. Isto permite equilibrar a mente da futura mamã, mas não apenas a dela já que o bebé tem plena consciência de tudo o que sucede ao seu redor, assim tudo aquilo que a mãe lê é conhecimento que está sendo automaticamente transferido para a memória celular do bebé. Por todas estas razões é muito importante que a escolha dos livros seja boa para ambos, mãe e filho; o bebé inicia a sua aprendizagem no interior do ventre materno.

* A música é outro meio que permite estimular, equilibrar e elevar a energia da mãe e do bebé. Quando falo de música refiro-me aos mais variados sons da natureza, cantos de pássaros, música clássica, etc… mas acima de tudo ao som dos golfinhos e das baleias. Porquê? Porque quando eles emitem sons estão a emanar frequências em forma de figuras geométricas sagradas que elevam a energia da mãe e do bebé, estas figuras geométricas sagradas são inseridas no ADN de ambos realizando uma cura profunda… É por isso que os golfinhos e as baleias são tão especiais e têm um vínculo tão estreito com os humanos, mas sobretudo com as grávidas e crianças.

As terapias holísticas, como o Reiki ou a Cura Angelical, são extremamente recomendáveis durante a gravidez. Sabeis porquê?

* A terapia Reiki equilibra energeticamente a mãe e o bebé, ajudando-os a estar mais tranquilos e relaxados. A energia reiki trabalha na mãe, e no bebé, qualquer tipo de anomalia física, emocional e/ou mental. Por isso a sua aplicação durante esta etapa é de vital importância para ambos.

* A cura com os anjos também é muito importante uma vez que a gestante é acompanhada, desde que se inicia o processo de fertilização, por inúmeros anjos que a guiam, preparam e instruem durante todo o processo. Por isso quando recebe este tipo de terapia recebe uma cura profunda em todos os aspetos do seu ser; mãe e filho no âmbito físico, emocional, mental, psicológico e energeticamente; curando problemas que existam em qualquer um deles ou ambos, desta forma a terapia expande-se por todo o seu ser.

É muito importante que todas as mulheres que estão, ou pretendem ficar, grávidas tenham em conta a atividade física e relaxamento desde um ponto de vista holístico, assim como psico-emocional, já que estes proporcionam benefícios para toda a vida ao bebé e à mãe.

Vivei a gravidez em plenitude física, psicológica, emocional e espiritual!

Yolanda Castillo Martíns

http://www.centro-medicina-holistica.comunidades.net/

Facebook: https://www.facebook.com/centrodemedicina.holistica.7

Poderá ler outros artigos de autoria de Yolanda Castillo escritos especialmente para o Bigmãe nos links abaixo:

http://www.bigmae.com/gravidez-a-importancia-de-sermos-pais/

http://www.bigmae.com/nascimento-o-inicio-de-uma-nova-vida/

http://www.bigmae.com/o-que-e-terapia-metamorfica-beneficios-durante-a-gravidez/

http://www.bigmae.com/alimentacao-holistica-durante-a-gravidez/

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO