Intolerância à lactose afeta cerca de 25% dos brasileiros, que apresentam deficiência na produção da lactase, a enzima que tem papel fundamental para digerir a lactose (o açúcar presente no leite). Muito raramente a intolerância à lactose ocorre recém-nascidos; o mais comum é que se desenvolva mais tarde.

Intolerância a LactoseApesar de haver pouca controvérsia quanto à importância nutricional do leite, o mesmo trata-se de um alimento rico em nutrientes e uma das melhores fontes de cálcio, fundamental para manter a saúde dos ossos e prevenir a osteoporose –, não são todas as pessoas que conseguem obter seus benefícios.

Segundo a nutricionista da drogaria online Desejo Saúde, Alessandra Rocha, quem apresenta este tipo de intolerância alimentar deve buscar outras fontes de cálcio para suprir a falta do leite. “Peixes como o salmão e atum e verduras como espinafre, couve e brócolis são ótimas opções”. Além disso, o leite de soja é uma ótima pedida. Ele pode substituir o leite de vaca na preparações de bolos, tortas e outras receitas”.

Sintomas da Intolerância à Lactose:

* A intensidade dos sintomas – náuseas, diarreia, flatulência e inchaço abdominal – é influenciada pela quantidade ingerida e pelo grau de intolerância de cada organismo. Em alguns casos podem ocorrer apenas dores ou distensão abdominal, sem diarreia.

* Além dos desconfortos, a intolerância a lactose pode desencadear um déficit de ingestão de nutrientes essenciais, perdidos em razão de diarreias, e uma queda na imunidade, aumentando a predisposição a infecções.

* Os sintomas da intolerância à lactose podem ser confundidos com os de uma virose ou outras doenças. Para um diagnóstico correto, é necessário consultar o médico. Alimentos produzidos à base de leite de vaca, como queijo, requeijão e achocolatados, são estritamente proibidos nestes casos.

Esteja atenta! 🙂

Fonte: Agência Comunicado

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO