O uso da chupeta sempre causa discussões: uns são a favor e outros são contra. Além disso, tudo há diversos tipos de chupetas que podem ser usadas pelo seu filho. A dica é ficar atenta ao que dizem os especialistas e a partir de então decidir o que é melhor para ele.

Um consenso entre os especialistas é que a chupeta não é necessária para o seu bebê. Mas calma que isto não é uma resposta definitiva. Só você vai conseguir a resposta correta analisando os prós e contras e observando o que é melhor para seu filho.

A chupeta é usada para acalmar a criança. O seu uso não deve se tornar frequente, muito menos um hábito; tem que se usar racionalmente. A parte ruim da chupeta é que ela causa uma má-formação da face e da mordida.

Outro ponto negativo é que ela pode fazer com que eu bebê pare de mamar no peito antes do recomendado, já que o método de sucção da chupeta é diferente da hora da alimentação. Além disso, pode dificultar a mastigação e deglutição quando ele for mais velho.

O hábito da chupeta também pode causar problemas na mordida e isso pode atrapalhar na fala e deglutição. Tudo isso vai depender do tempo de uso, intensidade e a frequência com a qual você o deixar usar a chupeta. A idade com que ele vai largar o objeto também interfere e muito; quanto mais cedo ele se habituar a ficar sem, melhor será.

Se quiser usar chupeta, dê preferência para aquelas “ortodônticas”, que possuem um formato anatômico que se adapta a cavidade bucal do seu filho e que causa menos danos na hora da sucção. Preste atenção, pois o tamanho da chupeta deve ser de acordo com o tamanho da boca do seu filho para se encaixar perfeitamente.

Lembre-se que o uso da chupeta não é recomendado, mas pode ser feito se não se tornar um hábito maléfico para o seu filho. O melhor é deixar que ele se acalme com a sucção natural do peito.

Use a chupeta como um complemento e não toda a vez que ele estiver irritado e nervoso; isso só ria causar danos nele que podem ser difíceis de serem tratados depois que ele crescer. Quanto menos tempo você deixar ele na chupeta, melhor será.

Caso a chupeta se torne um hábito frequente você terá dificuldades em tira-la do seu filho. Lembre-se também que caso o seu filho já tenha o hábito do uso da chupeta constantemente, o momento de retira-la não deve ser traumático; não se deve usar chantagens e nem falsas promessas para que ele deixe a chupeta, muito menos amedronta-lo com ameaças!

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário

  Subscrever  
Notificação de