Quando devo tirar as fraldas do meu bebêE

Uma tarefa por vezes complicada é tirar a fralda do seu filho. Você certamente fica na dúvida se é o momento certo, ou qual é o momento certo para fazer essa transição e o principal, como fazê-la. Em média as crianças costumam elas mesmas quererem deixar a fralda por volta dos dois anos e meio.

Saiba que qualquer mudança na rotina do seu filho deve ser feita com calma e respeitando a individualidade e o ritmo dele.

É muito importante que você perceba se seu filho já está maduro o suficiente para enfrentar a situação de se livrar das fraldas e assim conseguir se controlar. Só desta maneira você terá os resultados que espera.

Só depois que você tiver a certeza que o seu filho já sabe se controlar e que os acidentes não serão frequentes é que você poderá começar a retirar a fralda. Entenda que este é um trabalho de paciência. Explique e mostre para ele que quando ele sentir vontade de fazer xixi ou cocô deve ir diretamente ao local reservado para isso, ou seja, o banheiro.

É a partir deste momento que você vai precisar de muita paciência, tanto para levá-lo todas às vezes no banheiro, quanto para trocá-lo quando ele não se segurar. Mas cuidado ao lidar com esta situação; seja compreensiva e o incentive a continuar tentando.

Em geral o seu próprio filho deixará claro quando está pronto para se livrar das fraldas. Isso acontece quando você perceber que o seu filho passou a noite sem fazer xixi ou que te avisa quando vai fazer; geralmente ele fica quase o dia todo seco.

O treinamento vai começar com você tirando a fralda durante o dia e levando o seu filho até o banheiro algumas vezes – mesmo que ele não precise para que ele aprenda a relacionar a vontade do xixi com o banheiro.

Esse aprendizado dura cerca de três ou até mesmo seis meses. Quando ele ficar várias noites sem fazer xixi na fralda, você verá que ele está pronto para ficar sem fralda também à noite.

É importante que você sempre o encoraje e estimule para que ele veja as vantagens de estar sem a fralda; diga sempre que ele é capaz disso e pode ficar sem a fralda sem medo.

Pode interessar-lhe também:

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário

  Subscrever  
Notificação de