A água é importante para hidratar o corpo e repor as energias gastas, principalmente em fase escolar. Pesquisa realizada na Comunidade de Madrid analisa o baixo consumo de água entre as crianças de nível escolar. O estudo avaliou 564 crianças entre 9 e 12 anos de idade, comparando a ingestão de água relacionada com a prática de exercícios que realizavam durante o dia. Para chegar ao resultado analisaram o consumo de alimentos líquidos e sólidos durante três dias.

O resultado apontou que apenas 9% das crianças avaliadas consumiram água de acordo com os esforços físicos e atividades diárias. A maioria bebeu bem menos do que o recomendado pela Autoridade Europeia para Segurança dos Alimentos (AESA).

criancas-nao-bebem-agua-suficiente

O estudo também revela o índice de sedentarismo entre as crianças e o baixo nível de atividade física, chegando a 70% dos participantes. Com uma vida mais ativa ou sedentária, o nível do consumo de água foi considerado baixo entre as crianças.

Especialistas alertam que o baixo consumo de água entre as crianças em fase de crescimento pode afetar drasticamente a saúde de todo corpo, inclusive a mental, afetando também as capacidades cognitivas.

As crianças ao brincarem e realizarem suas atividades, muitas vezes, esquecem de beber água, cabendo aos pais alertá-los sobre a importância da ingestão. É recomendado sempre deixar com as crianças – principalmente em fase escolar – uma garrafa com água.

Beber água é importante para o funcionamento adequado de todo organismo. É cada vez mais comum o surgimento de infecções urinárias em fase escolar. O principal motivo da enfermidade é a pouca ingestão de água e o excesso do consumo de alimentos e bebidas ricos em corantes, conservantes e ácidos prejudiciais para a saúde.

Vale a pena os pais ficarem de olho e alertar as crianças de que refrigerantes e sucos não substituem o consumo de água. É importante acostumar a criança a beber água desde os primeiros meses de vida, a partir do momento que já ingerem papinhas e frutas.

Durante o dia a dia fique de olho se o seu filho está tomando água. Ofereça também sucos naturais. No verão é importante investir em alimentos que hidratam o corpo, como o iogurte, leite, frutas e legumes.

Dicas para os bebês

De acordo com especialistas o leite materno supri a necessidade de água até os seis meses, enquanto a criança ainda não alimenta-se de outros nutrientes.

É bom lembrar de que as crianças – devido a pouca massa corporal – necessitam ainda mais de água do que um adulto, pois são mais vulneráveis em épocas de temperaturas mais quentes, como no verão.

Fonte: onlinefarma

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ