Nos meses frios ficamos mais suscetíveis a doenças, gripes e infecções, por isso é essencial manter uma boa alimentação. Hoje eu transcrevo aqui alguma dicas que a nutricionista Danielle da Silva Totino deu especialmente para a Revista Ponto de Encontro (Ed. 39 -Set 2012 – Edit. Profashional)  da Drogaria São Paulo.

1- Mantenha o corpo hidratado, pois nos dias frios ele gasta mais calorias para se aquecer. Alguns alimentos são ricos em água e muitas vezes isso equilibra a quantidade que você não consome.

2- Tenha uma dieta equilibrada e colorida. Dê preferência por ingerir ovos, peixes, carnes magras, frutas, legumes, verduras, soja e leite com pouca gordura.

3- Alimentos ricos em flavonóides: são os pigmentos que dão coloração verde escura à couve e coloração violeta à casca de uva. São importantes anti oxidantes que evitam o desgaste descontrolado das células humanas.

4- Alimentos probióticos: encontrados em iogurtes e leites fermentados ajudam a absorver os valores terapeuticos dos demais alimentos.

5- Alimento prebióticos (fibras): presentes na aveia, no pão integral, facilitam o trânsito intestinal, deixando o organismo mais forte e preparado para lidar contra os invasores.

6- Caso esteja gripado, amenize os sintomas com uma boa canja ou uma sopa de legumes. As sopas ajudam na recuperação e contribuem para desobstrução dos pulmões. Outra opção eficaz contra alguns vírus é o alho e preparar chás, temos a salsa, o eucalipto, o guaco, o gengibre e a malva.

O artigo disponível na Revista Ponto de encontro esclarece também as diferenças entre gripes e resfriados:

Gripes: É causada por um tipo específico de vírus (o influenza) que produz dores mais intensas, náuses, febre, congestionamento das vias respiratórias além de comprometimetno do sistema imunológico.

Resfriados: Produz nariz entupido e dores no corpo, mas enquanto a gripe pode abrir espaço para problemas graves como a pneumonia, o resfriado não costuma ir além das tosses, espirros e coriza.; muitas vezes é até confundido com uma rinite alérgica, destaca Dr. Salomão S. Carui (Otorrinolaringologista).

O médico resslta ainda que: “Para prevenir, além de tomar a vacina, é preciso evitar lugares com alta concentração de pessoas sem ventilação adequada, boa alimentação, lavar as mãos frequentemente, dormir adequadamente todos os dias e evitar contacto com pessoas doente”.

Fonte: Rev. Ponto de Encontro – Ed. 39 – Set/2012 – Ed. Profashional

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO