Bigmãe
Sintomas da Gravidez

18 sintomas da gravidez: as mudanças no organismo da mulher

O que pode acontecer nos primeiros dias de gestação? Alguns sintomas da gravidez são sutis, outros característicos e muitos deles parecem com a famosa TPM. Mas como interpretar e confirmar uma gestação? A resposta pode ser traiçoeira e nem sempre precisa. Isto pelo fato de que toda mulher é única e os sintomas podem variar. Algumas delas, inclusive, podem não sentir a maioria destes sintomas.

Recomenda-se, no entanto que, caso tenha realizado relações sexuais desprotegidas, durante o período fértil e alguns destes sintomas tenha sido observado, procure um médico especialista ou então realize o teste de gravidez: Beta HCG. Também conhecido como teste de farmácia ou, caso prefira, o teste de laboratório, por meio da análise sanguínea.

18 sintomas da gravidez nos primeiros dias (ou meses)

Enjoo e vômitos

O primeiro passo para saber se está ou não grávida é observar as alterações e “dicas” do próprio organismo. Uma gestação provoca mudanças hormonais e consequentemente da forma do corpo de uma mulher. Por isso vale observar algumas pequenas (e outras nem tanto assim) mudanças. Veja:

1. Atraso menstrual

Muitas mulheres se guiam, principalmente, pelo atraso do ciclo menstrual. Porém, pode-se dizer que, existem muitos fatores que podem interferir neste sintoma. O uso de outros medicamentos e até mesmo o estresse são alguns destes exemplos. Também é possível, em alguns casos, que a mulher fique menstruada no primeiro mês/período da gravidez.

2. Corrimento vaginal

Quando acontece a fecundação do óvulo pelo espermatozoide pode acontecer um corrimento (rosado) normal. Trata-se do excesso de muco vaginal, com alguma presença de sangue proveniente da entrada do espermatozoide no óvulo e o seu respectivo deslocamento até o útero. O corrimento pode acontecer de imediato e até três dias após a relação sexual (período em que o espermatozoide permanece vivo no organismo da mulher).

3. Cólica e inchaço abdominal

Inchaço abdominal

A fecundação do óvulo faz com que haja um aumento do fluxo na região da pélvis, quando os hormônios femininos começam a ser produzidos com o objetivo de proteger o embrião e dar continuidade a gestação. Isto pode causar desconforto abdominal, muito similar a cólica menstrual (com menor intensidade). Também relacionado ao inchaço na zona abdominal, está o fato das alterações do corpo da mulher para se adaptar e fazer com que haja o crescimento uterino. Algumas mulheres só notam esta alteração a partir da sétima semana, quando é possível notar que a parte debaixo da barriga (abaixo do umbigo) começa a crescer e ficar mais rígida.

4. Temperatura basal

Se você costuma acompanhar a temperatura basal do seu corpo, com certeza irá notar nas primeiras semanas, como um dos sintomas da gravidez, o aumento desta. Quando ela permanece por mais de duas semanas seguidas, pode significar e confirmar uma gravidez.

Veja o que é e como funciona o teste Beta HCG Qualitativo (farmácia) e Beta HCG Quantitativo (laboratório)

5. Sensibilidade nos seios

Este é um efeito dos hormônios da gravidez, que passam a estimular as glândulas mamárias para a futura amamentação. Por esse motivo ficam mais sensíveis e, em alguns casos, inchados. Pode acontecer ainda, da auréola do seio ficar mais escura devido ao aumento de fluxo sanguíneo.

6. Frequência urinária

Resultado do hormônio progesterona, a mulher grávida passa a ir mais vezes ao banheiro para urinar, mesmo durante a noite. E este aumento de frequência pode ser considerado como um dos sintomas da gravidez. Ao longo da gravidez, isto ocorre devido ao fato de que o útero está a ganhar espaço e coloca pressão sobre a bexiga.

7. Acnes e pele oleosa

É comum que nesta fase, a mudança de intensidade dos hormônios presentes no organismo da mulher pode refletir em sua pele. As consequências são desde a pele do rosto mais oleosa, até mesmo o surgimento de espinhas e cravos. Naquelas que já possuem esta tendência, os sintomas podem ser agravados. Recomenda-se o uso de produtos de limpeza que controlam a oleosidade.

8. Manchas na pele

Os melasmas ou Cloasmas são as manchas da cor castanha, que podem surgir no rosto de uma mulher grávida, principalmente na região da testa. Em alguns casos surgem ainda na ponta do nariz, lábio superior, nas axilas e/ou nas pernas.

9. Fadiga

É comum que a mulher tenha, como sintoma da gravidez nas duas primeiras semanas, um cansaço inexplicável. Isso porque as alterações hormonais provocam a redução do nível de açúcar no sangue. A primeira consequência notada, neste caso, é o cansaço fácil sem nenhuma justificativa ou mesmo após de simples tarefas do dia a dia.

Este é um sintoma que pode aumentar a medida que o bebê cresce e passa a fazer pressão sobre os seus pulmões e diafragma. Por isso, subir escadas pode se tornar uma tarefa cansativa ao longo da gravidez.

10. Alteração do paladar

Alteração do paladar

Com certeza você já ouviu falar que toda mulher grávida sente desejos alimentares estranhos ou então que o seu paladar está estranho (o café de todo o dia passa a ter um sabor estranho; o docinho está muito doce e o salgadinho muito salgado). Algumas chegam a relatar que sentem gosto de metal na boca. Sintomas da gravidez causadas pelos “novos” hormônios, geralmente a partir da 6ª semana de gestação.

11. Enjoos e vômitos

Estes sintomas de gravidez são os mais comuns e esperados pelas mulheres que iniciam a gestação. Algumas podem sentir durante as primeiras semanas e outras sequer passam por essa fase. O aumento da salivação também é bastante comum e pode durar todo o período da gravidez.

12. Gases

Uma situação que pode ser embaraçosa para algumas mulheres. Mas este pode ser um dos sintomas da gestação: necessidade de arrotar e/ou soltar puns! É isso mesmo.

13. Constipação intestinal

Em contrapartida, ainda pode acontecer uma outra alteração ao intestino. Como a gravidez por vezes faz com que os tecidos do corpo fiquem mais “flácidos”, para a expansão do útero, pode resultar numa desregulação do intestino, causando ainda a prisão de ventre e dificuldade de contração para evacuação (fazer cocô).

14. Tontura e dores de cabeça

Consequência também da diminuição do açúcar no sangue, pode haver ainda episódios de tontura, sono fora de hora e dores de cabeça. Isto tudo devido a redução da glicose. Ou então pelo fato de que o enjoo e vômito não permitem uma alimentação correta e regular. Em alguns organismos estes sintomas da gravidez passam após a 20ª semana.

15. Olfato aguçado

Este sintoma pode surgir antes mesmo das duas semanas de gravidez e acaba por provocar uma aversão aos cheiros mais fortes, desde comidas a perfumes. Em alguns casos podem gerar vômitos.

16. Variações de humor

Assim como a menstruação pode causar variações de humor (TPM), este também é um sintoma da gravidez. A mulher grávida pode, sem nenhuma causa aparente ou por simples situações se emocionar (chorar), ficar eufórica ou até mesmo nervosa. Tudo isto devido as altas taxas de hormônio no corpo.

17. Dores nas costas

Dores nas costas

A medida que a gravidez evolui, os músculos das costas começam a sentir o desconforto. Isto devido ao estiramento dos ligamentos. O aumento do peso (crescimento do bebê) pode intensificar esse sintoma da gravidez durante os próximos 9 meses.

18. Cãibras

Também comum em algumas mulheres grávidas, normalmente durante o primeiro semestre da gestação. Esta é uma consequência do processo que o organismo passa a absorver o cálcio.