namoro adolescentes

Não é raro que seus filhos vejam novelas, filmes com casais namorando, beijos e romantismo.

Então chega a hora que é comum você escutar eles falando apenas de namoro de adolescentes, de beijo na boca, roupas que não são próprias para a idade deles. Então começam os desafios a sua autoridade, a maquilhagem, as roupas esquisitas, a afronta.

Bom como já deu para você perceber tudo isso são sintomas de que seu filho(a) já virou um(a) adolescente, e é mais do que natural que eles queiram descobrir coisas novas como o namoro; afinal eles vêem você e seu marido namorando, assistem novelas, filmes e tudo relacionado a isso, e é normal terem vontade de experimentar. Mas será que não está muito cedo para isso?

Cabe a você dosar a quantidade de experiências novas que eles vão ter. Ou seja, se ele ou ela insistir em namorar ou sair falando em beijar na boca, fique atenta e explique que isso ainda não é adequado para a idade dele(a), que ele(a) vai ter muito tempo ainda para ter essa experiência mais tarde.

Só não vale você tentar dar uma de repressora, isso só vai aumentar a curiosidade dele(a) e tudo vai ficar pior. O mais correto é você mostrar para ele(a) o quanto é bom ser criança, ou seja, deixe-o acreditar em Papai Noel o quanto quiser (não tem idade para descobrir a verdade) e nada de usar a palavra criança no pejorativo ou como insulto.

Mesmo que você perceba que ele reclama – e muito das restrições que tem porque ainda é criança, ele vai ficar feliz em saber que ainda tem limites e barreiras para impedir que ele faça algo que não deve.

Ele se sente seguro em saber que alguém o guia e mostra para ele até onde pode ir, mesmo que eles demonstrem o contrário. Caso não confiassem ou não se sentissem seguro com suas decisões certamente não revelariam que queriam namorar ou beijar na boca tão cedo assim.

É sempre legal você sentar e conversar com seu filho ou filha a respeito de tudo isso, já que o fato dele querer não significar necessariamente que ele está preparado para isso.

Ele vai te agradecer mais tarde por não ter pulado nenhuma etapa da infância namorando ou querendo ser adolescente rápido demais.

Pode interessar-lhe também:

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

1
Deixe um comentário

1 Comentários da discussão
0 Respostas aos comentários
0 Seguidores
 
Comentário mais ativo
Discussão mais ativa
1 Comentários dos autores
  Subscrever  
mais recente mais antigo mais votado
Notificação de
Gabriela

Bom eu concordo na maioria, sentar e conversar. Eu tenho 13 anos e tenho um namorado, meus pais nao aceitam muito, mais é oque eu falo pra eles é melhor eu fazer com eles sabendo do que por trás que é pior. Na minha opnião se o filho(a) quér namorar conversa, explica como é um ralacionamento, que não é só beijar na boca, pra mim o meu ralacionamento com o meu namorado é ótimo, conversamos, brigamos como todos os casais, mais pelo menos a minha conscienca nao vai fica pesada por que sei que meus pais estão sabendo oque eu… Ler mais »