Ter gêmeos é sentir a alegria em dose dupla e também o trabalho dobrado. É muito normal na volta da maternidade e nos primeiros dias de convívio uma preocupação a mais em não confundi-los ou dar de mamar apenas para um e esquecer o outro.

Com essa felicidade dobrada, você precisará de ajuda, então não sinta vergonha de pedir para os avôs ou uma babá te ajudar a dar conta do recado nos primeiros meses. Lembre-se que são mamadeiras, trocas de fraldas, banho e choros em dobro – e nem sempre na mesma hora.

É muito importante que você e seu marido dividam essa responsabilidade. Serão as mesmas da que se você esperasse apenas um bebê, é só multiplicá-las por dois. Para a gravidez gemelar paciência e dedicação é a chave para tudo correr bem.

Por isso mesmo, assim que souber que está grávida de gemeos já vá pensando em nomes, roupas e no berço; assim você fica menos angustiada e não sobrecarrega na hora do parto com decisões ainda a serem tomadas.

Para não ocorrer stress na hora da volta da maternidade, deixe tudo ajeitado, inclusive uma agenda onde você deve marcar o horário de cada um; crie um sistema bem organizado para não deixar nenhum deles sem atenção.

É claro que todo a correria e preocupação em não confundir os bebês é só nos casos de gêmeos idênticos. Se eles não são, essa preocupação fica de lado; uma coisa a menos para você se preocupar.

Algumas dicas boas para você não se perder: exija a participação do pai no processo; organize os horários para cada um na sua rotina diária; faça um trabalho coerente respeitando suas limitações; brinque sempre com os dois juntos; vestir roupas iguais só prejudica a criação da identidade deles e finalmente trate-os como se não fossem gêmeos.

Apesar de todo esse trabalho dobrado, as alegrias também serão. Não se preocupe com a criação deles, já que é provavelmente impossível você criar duas pessoas da mesma forma – mesmo que elas nasçam no mesmo dia.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO