Bigmãe
Oriente seus filhos – Utilização consciente da internet

Oriente seus filhos – Utilização consciente da internet

Muito se tem ouvido falar nos últimos tempos de garotas que desaparecem porque conheceram algum garoto ou rapaz na net. Por vezes elas são encontradas e levadas pelas autoridades de volta para casa, porém muitas garotas não têm a mesma chance e acabam violentadas ou mortas por um desconhecido. Os garotos também não estão isentos deste perigo, muitos se envolvem com más companhias e caem na vida do crime meramente através de um contacto ‘virtual’ e tido como inocente por eles e pelos pais. Afinal, os pais e as crianças pensam que nunca poderão ser encontrados já que o contacto por vezes é só por net ou telefone. Ledo engano, é assim que se dá início a grandes tragédias.

De 06 a 31 de Julho de 2011

Além do que citamos acima, há o famoso Ciberbullying, onde uma criança ou um adolescente é ridicularizado, exposto, caluniado, e difamado através de emails, divulgação de fotos,  e redes sociais. Veja os vídeos abaixo:

 

O site Criança mais Segura, tem desenvolvido um movimento denominado ‘Crianças mais Segura na Net’ que visa conscientizar pais, educadores, crianças e adolescentes acerca dos perigos da net e orientar acerca de temas como Bullying, assédio pela internet e outros perigos que rondam as nossas crianças.

Num dos textos divulgados no site Criança Segura na Net, os pais são alertados sobre o comportamento dos filhos e diversas perguntas são colocadas para que os pais reflitam e encontrem uma resposta acerca do comportamento dos filhos em casa, fora dela e na net. Por exemplo você como mãe já se questinou sobre:

1- Quem são os amigos virtuais dos seus filhos e quais as mensagens que eles trocam?
2- Você sabe se o seu filho ou filha faz parte de algum site de relacionamento como Orkut, Facebook, etc?
2- Tem idéia das fotos que o seu filho ou filha publica na net?
4- Você sabe quais são as informações pessoais ou da família que o seu filho divulga na net?
5- Você já fez uma busca no Google pelo nome e sobrenome do seu filho, ou até mesmo pelo apelido dele?
6- Você já fez uma busca na internet sobre o email do seu filho ou filha?
7- Você sabe como o seu filho realiza os trabalhos escolares dele na net, ele copia tudo e entrega ao professor ou apenas colhe dados informativos?
8- Você sabe se além do seu filho, mais alguém tem acesso a senha dos emails ou outro serviço de net que ele tenha?
9- Você já olhou o perfil do seu filho ou filha em alguma rede social para ver o conteúdo das mensagens ou as fotos que ele ou ela expõe lá?
10- Você já viu que tipo de fotos ou vídeos tem no celular do seu filho ou filha?

Estas e muitas perguntas podem te dar muitas pistas sobre o comportamento do seu filho ou filha.  Se você nunca pensou nisto antes, está na hora de começar a pensar antes que aconteça algo que você possa se arrepender verdadeiramente. A tendência é achar que conosco isto nunca acontece, e por vezes a surpresa está bem debaixo dos nossos olhos e não queremos ver. Se você ama o seu filho ou a sua filha, é melhor cuidar do que depois chorar o leite derramado.