Bigmãe
o que são parlendas

O que são Parlendas? Conheça 15 do nosso Folclore

Parlendas são um conjunto de palavras inseridas em brincadeiras antigas e que fazem parte do Folclore Brasileiro. Geralmente são pequenos versinhos, com palavras que podem rimar entre si (ou não); elas acabam por proporcionar às crianças divertimento e aprendizagem.

Nas escolas ou nas cantigas ensinadas pelas mães (e familiares), as parlendas são recorridas como um aprendizado divertido ao permitir que a criança memorize (não apenas a canção), mas também números, dias da semana, meses, nomes de cidades e outros temas diversos.  Há também quem crie a sua própria parlenda para adequar a um momento educacional da criança.

As parlendas mais populares do Brasil

Nem sempre os versinhos possuem algum sentido, mas o que vale é o caráter lúdico.  Atualmente as parlendas têm sido muito utilizadas pelos educadores infantis, em salas de aula, para ensinar diferentes temáticas. É ao mesmo tempo um ensino cultura e uma brincadeira que estimula a imaginação.

1. Serra Serra

Com certeza muitos vão lembrar desta cantiga embalada por pais, tios ou avós. Naquela época, sentavam a criança no colo (de frente) e segurava sua mão de forma a empurrar para trás. Gargalhadas na certa!

” Serra, serra, serrador! Serra o papo do vovô! Quantas tábuas já serrou? Serrei um, serrei dois, serrei três….”

2. Feijão com Arroz

Mais um clássico entre as brincadeiras antigas. Dessa vez imitando um soldadinho, as crianças marchavam e entoavam essa música. Um contava os números e os outros a rima.

“Um, dois: feijão com arroz. Três, quatro: feijão no prato. Cinco, Seis: falar inglês. Sete, Oito: comer biscoito. Nove, Dez: comer pastéis”.

3. Um elefante

Antes de ensinar essa parlenda para uma criança lembre-se: pode incomodar muita gente. Mas vai, com certeza, distraí-la por um bom tempo. Afinal, pode haver muitos elefantes nesta parlenda.

Um elefante incomoda muita gente. Dois elefantes incomodam, incomodam (2x) muito mais. Três elefantes incomodam, incomodam, incomodam (3x) muito mais. 

Veja também: 20 brincadeiras populares para brincar com o seu filho

4. Corre cutia

Aqui é possível brincar de diversas maneiras. Imitar o que diz a música; correr para algum lugar ou até mesmo se esconder enquanto durar a música.

“Corre cutia, na casa da tia. Corre cipó, na casa da avó. Lencinho na mão, caiu no chão. Moça bonita do meu coração. Um, dois, três”.

5. Cadê o toucinho que estava aqui?

Pegue na mão de uma criança e aponte com o seu indicador, na palma da mão dela. É assim que se brinca com esta parlenda:

“Cadê o toucinho daqui? O gato comeu. Cadê o gato? Fugiu pro mato. Cadê o mato? O fogo queimou. Cadê o fogo? A água apagou. Cadê a água? O boi bebeu. Cadê o boi? Está moendo trigo. Cadê o trigo? O padre comeu. Cadê o padre? Está rezando missa. Cadê a missa? A missa acabou”.

6. A galinha do vizinho

Esta é ótima para ensinar a criança contar até 10 ou então até quantos números ela quiser. Uma tática bastante utilizada pelos professores em sala de aula para este aprendizado.

“A galinha do vizinho bota ovo amarelinho: bota 1, bota 2, bota 3, bota 4, bota 5, bota 6, bota 7, bota 8, bota 9 e bota 10”.

7. Lá em cima do piano

Todos sentados em círculo e uma criança no meio. Enquanto canta a música, encosta na mão de cada uma das crianças. A última criança que teve a mão tocada, no fim da música, esconde-a para trás. Até não sobrar nenhuma criança com a mão para frente.

“Lá em cima do piano, tem um copo de veneno. Quem bebeu, morreu. O culpado não fui eu”.

8. O macaco foi a feira

Algumas parlendas contam histórias engraçadas. Se aconteceram ou fazem sentido, a conversa é outra. Mas a reação das crianças ao cantarem essas cantigas é um máximo.

“O macaco foi à feira e não teve o que comprar. Comprou uma cadeira pra comadre se sentar. A comadre se sentou e a cadeira esborrachou. Coitadinha da comadre, foi parar no corredor”.

9. Dedinhos

E que tal ensinar o nome de cada um dos dedos das mãos? E para decorar, qual a sua função. Lembrou desta parlenda?

Dedo mindinho; seu vizinho; maior de todos; fura bolos e cata piolhos”.

Veja também: Brincadeiras folclóricas e tradicionais

10. Hoje é domingo

No começo deste texto foi escrito que algumas parlendas não tinham uma lógica. Mas, são bem divertidas para um momento musical, estimulante e porque não, para uma brincadeira de roda?

“Hoje é domingo, pé de cachimbo. O cachimbo é de ouro, bate no touro. O touro é valente, bate na gente. A gente é fraco, cai no buraco. O buraco é fundo, acabou-se o mundo”. 

11. Uni duni tê

Passada de geração para geração, esta cantiga antiga é muito utilizada pelas crianças quando precisam escolher algo ou alguém e estão em dúvida. Também para fazer um “sorteio” e dizer que foi imparcial.

“Uni duni tê, salamê min guê, o sorvete colorê, o escolhido foi você”.

12. Janela janelinha

Aqui o objetivo é brincar com o rostinho da criança ou deixa com que ela faça a brincadeira com o seu rosto. Janelas são os olhos, porta é a boca e campainha o nariz!

“Janela, janelinha; porta e compainha. Dim dom”.

13. Era uma bruxa

E que tal uma história de terror? Essa parlenda faz muito sucesso, pois as crianças querem aprender para cantar e enganar o coleguinha.

“Era uma bruxa, à meia noite, em um castelo mal assombrado, com uma faca na mão: passando manteiga no pão, passando manteiga no pão, passando manteiga no pão”.

14. A vovó da Mariazinha

Muito divertida, esta cantiga é sempre cantada por uma criança que deseja fazer uma brincadeira com a sua amiga. Mas é sempre bom lembrar as crianças, que o objetivo é a diversão!

“A vovó da Mariazinha, fez xixi na panelinha. Ela contou para todo mundo, que era caldo de galinha”.

15. Vaca amarela

E para finalizar essas parlendas sensacionais, que tal uma que a brincadeira é ficar em silêncio logo após a música? Quem será a primeira criança a falar? Não vale dar risada!

“Vaca amarela, sujou a panela. Quem falar primeiro como a bosta dela”.

Psiiiiuuu!