Escola e Educação Jogos Infantis

Brincadeiras Populares ou Folclóricas

Brincadeiras Populares ou Folclóricas
4.67 (93.48%) 138 votos

Brincadeiras Populares ou brincadeiras Folclóricas, são aquelas brincadeiras antigas e que são passadas de geração para geração mantendo suas regras básicas de origem. Muitas delas existem há séculos, e por vezes costumam ter variações ou sofrer modificações de acordo com a região do Brasil, porém os objectivos das brincadeiras são sempre os mesmos. A preservação destas brincadeiras é muito importante para a preservação da história e do folclore do nosso país.

Brincadeiras Antigas

(imagem retirada de pesquisa google images – origem www.pca.org.br/imagens/robson/03piao.jpg)

O que significa Folclore?

O folclore é uma palavra que tem origem no idioma do inglês,  «folk» que é gente ou povo e «lore» que é conhecimento, e significa tradição e usos populares, constituído pelos costumes e tradições transmitidos de geração em geração. Todos os povos possuem suas tradições, crenças e superstições, que se transmitem através das tradições, lendas, contos, provérbios, canções, danças, artesanato, jogos, religiosidade, e também as brincadeiras infantis, etc.

Veja também: – Brincadeiras Antigas para Crianças

O que são Brincadeiras e Brinquedos Populares ou Folclóricas?

São aquelas brincadeiras antigas e que são passadas de geração para geração mantendo suas regras básicas de origem. Muitas delas existem há séculos, e por vezes costumam ter variações ou sofrer modificações de acordo com a região do Brasil ou do país em que se encontra inserida, porém os objetivos das brincadeiras são sempre os mesmos. A preservação destas brincadeiras é muito importante para a preservação da história e do folclore de cada povo, região ou país.

  • Pipa: Também conhecida como papagaio, é geralmente uma brincadeira para meninos, e são feitas de papel de seda colorido e varetas de madeira.Em dia de vento as pipas são soltas pelos meninos, através do fio que as prende a um carretel o menino pode manusea-la nos céus. Entretanto é bom lembrar que as pipas não vem ser soltas perto  da rede eletrica já que a mesma pode encostar num fio do poste e causar um choque violento. O bom é soltar a pipa na praia, ou no campo.

 

  • Esconde-esconde: A criança tem de se esconder e nao ser encontrada, a criança que deverá procurar os demais elementos do grupo deve permanecer de olhos fechados e contar até 10 para que todos tenham tempo de se esconder. Após a contagem, a criança sai em busca dos amiguinhos que estão escondidos.Para ganhar, a criança que está procurando deve encontrar todos os escondidos e correr para a base.

 

  • Corre Cotia na Casa da Tia: As crianças fazem uma roda sentada no chão e cantam a música abaixo enquanto outra  criança corre em volta desta roda. Ao final da música ela coloca um  lencinho ou outro objeto qualquer atrás de uma das crianças que se encontra sentada na roda,  e esta deve pegar o objeto, levantar-se e tentar alcançar e tocar na mesma criança que lhe colocou o objeto. Ela deve dar a volta e sentar no lugar da outra, caso contrário deverá imitar um animal qualquer no centro da roda. Música:Corre cotia
    Na casa da tia
    Corre cipó
    Na casa da vó
    Lencinho na mão
    Caiu no chão
    Moça bonita
    Do meu coração
    Posso jogar?
    Não!
    Ninguém vai olhar?
    Não
    Joguei!

 

  • Pega-pega: Esta brincadeira envolve muita atividade física. Uma criança deve correr e tocar outra. A criança tocada passa ter que fazer o mesmo.

 

  • Bolinha de gude: Bolinhas coloridas e feitas de vidro, são jogadas num circulo feito no chão de terra pelos meninos. O objetivo é bater na bolinha do adversário e tira-la de dentro do circulo  para ganhar pontos ou a própria bola do colega.

 

  • Bate figurinha: Os meninos reúnem as figurinhas dos albuns que são repetidas, fazem um montinho e batem a mão sobre elas, as que virarem ao contrário é ganha por quem bateu a mão. O jogo é feito de comum acordo entre todos, e só vale bater figurinhas repetidas para que ninguem saia no prejuízo.

 

  • Roda Pião: Feitos de madeira, os piões são rodados no chão através de um barbante que é enrolado e puxado com força.  Para deixar mais emocionante a brincadeira, muitos meninos fazem malabarismo com os piões enquanto eles rodam. O mais conhecido é pegar o pião com a palma da mão enquanto ele está rodando.

 

  • Vaca amarela: Um grupo de criança se reúne e começam a cantar a música abaixo, ao término da música todos devem ficar em silêncio, o primeiro a falar é eliminado do jogo.Música:Vaca amarela
    Fez cocô na panela
    Quem falar primeiro
    Vai comer o cocô dela.

 

  • Cadê o Toicinho (ou Toucinho) daqui?: Um adulto abre a mão da criança e faz uma pergunta, ela responde , então pergunta-se de novo até terminar a sequência:Cadê o toucinho que estava aqui?
    O gato comeu.
    Cadê o gato?
    Foi para o mato.
    Cadê o mato?
    O fogo queimou.
    Cadê o fogo?
    A água apagou.
    Cadê a água?
    O boi bebeu.
    Cadê o boi?
    Está amassando o trigo.
    Cadê o trigo?
    A galinha espalhou.
    Cadê a galinha?
    Está botando ovo.
    Cadê o ovo?
    O frade bebeu.
    Cadê o frade?
    Está na missa.
    Cadê a missa?
    Está na caixinha.
    Cadê a caixinha?
    Está no rio abaixo e foi parar aqui.
    ( a pessoa faz cócegas debaixo do braço da criança)

 

  • Pedra papel e tesoura: Todas as crianças devem colocar as duas mãos para trás e um dos participantes deverá dizer: “pedra, papel e tesoura”. Então todos os participantes da brincadeira deverão mostrar um símbolo com a mão que estava escondida.
    Mão fechada – pedra
    Mão aberta – papel
    Mão com dois dedos levantados imitando uma tesoura
    Quem vence a brincadeira?
    Pedra ganha da tesoura porque pode quebrá-la.
    Tesoura ganha do papel porque pode cortá-lo.
    Papel ganha da pedra porque pode enrolá-la.

 

  • Passa anel: As crianças sentam lado a lado e escolhem alguém para ser o passador do anel, que esconderá um anel na palma das mãos. Todos os participantes devem  juntar as mãos e deixa-la sobre o colo de modo a formar uma conchinha;  o passador passará as mãos dentro da “conchinha” que as crianças formaram com as mãos e deixará o anel em uma delas. A criança que recebeu o anel deve o manter-se em silê e não revelar a ninguém que está com o anel.   O passador do anel deverá escolher outro particpante e perguntará com quem está o anel, se a criança acerta ocupará o lugar de novo passador, e se errar sairá do jogo.

Além de todas estas brincadeiras antigas também temos no folclore brasileiro muitos contos, danças, festas e lendas que podem divertir as crianças e transmitir-lhes a nossa cultura popular. 🙂



60 Comentários

Deixar 1 Comentário

Captcha