Respeitar os idosos é fundamental, como você ensina isso aos seus filhos? Você dá bons exemplos? Você adverte seu filho (ou filha) quando ele ou ela não respeita os avós? Você é do gênero que acha que responder mal aos avós é sinal de ter personalidade? Desculpe a minha franqueza, mas infelizmente hoje em dia muitos pais e mães, acham que ter um filho que tem sempre a resposta na ‘ponta da língua’ é sinal de ser uma criança espontânea e ter personalidade. Lembre-se que no futuro isso poderá se voltar contra si!

Não sou adepta da educação repressora e tão pouco de castigos, sou adepta do diálogo, dos bons exemplos dados dentro de casa para a criança e do chamar a atenção e conversar quando o pequeno, a pequena ou o adolescente não age corretamente. Educar implica tudo isso, implica dar bons exemplos, implica sentar, conversar e mostrar o ciclo da vida: Nascemos, somos crianças, nos tornamos adolescentes, depois adultos, e ao final nos tornamos idosos, até que a vida termine.

Ser idoso é... - Fabio Sgroi ©
Ser idoso é... - Fabio Sgroi ©

Por isso o livro ‘Ser Idoso É…’ (Ed. Mundo Mirim), escrito e ilustrado por Fábio Sgroi, me chamou tanto a atenção. O autor se vale do Estatuto do Idoso para mostrar às crianças, o que elas podem fazer para garantir que os itens deste Estatuto possam ser cumpridos. A linguagem clara torna o Estatuto do Idoso mais fácil de compreender pelas crianças; e é mais do que uma excelente oportunidade para os pais e as mães falarem sobre o tema velhice com as crianças.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ