Educação Pai e Filhos

Todo mundo já ouviu, até mesmo você: “Não basta ser pai, tem que participar!”.

É comum os filhos reclamarem que não sentem a presença do pai; e você provavelmente já ouviu essa queixa da falta de participação do pai na vida do seu filho.

Apesar das mudanças dos últimos anos, como a mãe no mercado de trabalho e o pai em casa. Muitas vezes ainda existe esse distanciamento do pai em relação à criação dos filhos.

Mesmo que você e seu companheiro não estejam mais juntos, não há motivo para ele se distanciar dos filhos.

Um puxão de orelha o ajuda a entender o papel dentro da família.

Não deixe que seu marido se distancie dos filhos; mesmo que a família não esteja mais unida, não basta ele somente ligar no aniversário ou se lembrar de pagar a pensão.

Seus filhos precisam muito mais do que isso.  Essa história de todo homem ter uma dificuldade a mais na hora de assumir seu papel pode ser culturalmente explicada. Os homens não são educados para ser pai – ao contrário de você, que desde cedo aprendeu a ser mãe brincando com bonecas.

Falta então um estímulo, um empurrão para que esse sentimento venha a tona; mas cuidado para não cobrar muito do companheiro. Seus filhos precisam que vocês dois dêem carinho para eles, só assim eles poderão se desenvolver totalmente.

Recomendamos também a leitura sobre como educar filhos e filhas.

Se você não sabe como fazer o pai dos seus filhos se interessar mais por eles, dê algumas dicas para ajudá-lo, como levar o café na cama do filho com suco, bolacha preferida dele; toda vez que sair nem que seja para comprar o jornal, chame os filhos para ir junto e aproveite para estreitar os laços com uma boa conversa.

Mande e-mails para seu filho durante o dia, troque links, mostre interesse pelo o que ele faz diariamente na internet; leve-o para passear pelo menos um fim de semana por mês, nem que seja no antigo bairro em que você morava.

E o mais simples de tudo, transforme a sala em um lugar divertido e passe algumas horas jogando ou assistindo o filme preferido do seu filho, não tenha medo e chame eles para deitarem com você, afinal carinho nunca é demais e faz com que o pai e os filhos se sintam ainda mais próximos.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

1
Deixe um comentário

1 Comentários da discussão
0 Respostas aos comentários
0 Seguidores
 
Comentário mais ativo
Discussão mais ativa
1 Comentários dos autores
  Subscrever  
mais recente mais antigo mais votado
Notificação de
dilson santos

A presença do pai é fundamental em todos os sentidos,não importando o sexo do filho é fundamental,acreditava-se que apenas a mãe é importante,o que não é verdade, pois possibilita aos filhos internalizar a figura masculina e feminina, direcionando este na busca de relacionar-se com ambos os sexos.