Os deficientes visuais deixaram de ser há muito tempo pessoas excluídas pela sociedade e já conseguem estudar, trabalhar e levar uma vida como se fossem pessoas sem nenhuma deficiência. Uma das responsáveis por essa inclusão e trabalho com os deficientes é Dorina Nowill. Há mais de seis décadas ela criou a Fundação Dorina Nowill para Cegos. Desde então, Dorina que é cega desde os 17 anos vem lutando para melhorar a vida dos portadores de deficiência visual.

No instituto, Dorina cuida para que os cegos tenham toda a inclusão social possível por meio da cultura e da educação. Aqui são produzidos livros em braile e obras como revistas, jornais e livros – inclusive acadêmicos em formato digital que são distribuídos gratuitamente para as pessoas ou bibliotecas espalhadas pelo Brasil.

Além de cuidar da parte social, a Fundação Dorina Nowill oferece ainda atendimento médico e especializado tanto para o deficiente quanto para a família, fazendo o diagnostico, educação especial, reabilitação e até a recolocação profissional.

Dorina Nowill hoje está com 90 anos, e diz que é preciso muito entusiasmo para superar as dificuldades da vida, quaisquer que sejam elas. Após perder a visão, vitima de uma hemorragia no olho não diagnosticada, ela conseguiu ser a primeira cega a terminar o colegial. A partir de então ela conseguiu uma bolsa na Universidade de Columbia e se especializou em educação para cegos. Quando voltou ao Brasil começou a publicar os livros em braile.

Chegou a viajar o Brasil e o mundo mostrando a sua luta em prol dos cegos. Foi até mesmo presidente da União Mundial de Cegos, chegando por diversas vezes a receber prêmios por suas iniciativas. Ainda hoje ela participa de diversas reuniões nos estados brasileiros e fora do país sempre buscando soluções para inserir o cego na sociedade.

A pessoa para ser considerada deficiente visual precisa ter apenas uma parte parcial da visão ou ser cego, que é quando a pessoa apenas vê alguns pequenos fachos de luzes. As causas da deficiência visual são muitas e podem ser genéticas ou adquiridas através de doenças ou acidentes. Por isso, é preciso ter cuidado com os olhos e a qualquer percepção de baixa de visão procurar um médico. Se diagnosticado a cegueira ou a perda parcial da visão, procure fundações que possam te orientar na melhor maneira de conviver com isso.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário

  Subscrever  
Notificação de