Um dos grandes dilemas para os pais atualmente chega junto com as festas de final de ano: Devemos contar às crianças que Papai Noel existe ou não? Ainda mais com todo acesso à internet, redes sociais e esses dispositivos tecnológicos que os pequenos têm nas mãos, fica cada vez mais difícil manter acesa a magia do Natal.

Outra questão bastante frequente no hospital infantil e até em consultórios odontopediátricos é a hora certa de tirar definitivamente a chupeta ou mamadeira. Afirmar com convicção qual o melhor momento para a retirada desses adereços para muitas crianças é complicado, até porque cada criança tem seu tempo e isso deve ser respeitado para não criar traumas.

uso-da-chupeta-odontopediatria

Foto banco de imagens (Shutterstock) ©

Porém, um dos maiores “truques” que o odontopediatra José Reynaldo utiliza para auxiliar os pais com esta difícil missão é justamente aproveitar datas como o Natal para fazer com que as crianças larguem as chupetas. Afinal, ninguém melhor que o Bom Velhinho para convencer os pequenos a se comportarem bem, largar o adereço e ganhar um presente à altura da sua decisão.

A mamadeira, por exemplo, pode ser “trocada” por uma bela caneca do herói preferido, pela princesa ou pelo escudo do time de futebol do coração. A chupeta pode ser substituída por um jogo que a criança queira muito, uma bicicleta e, no caso das meninas, por que não um estojo de maquiagem infantil? Afinal, qual a garotinha vaidosa vai querer que seu batom novo seja manchado pelo uso da chupeta? Lembrando que esses produtos devem ser devidamente verificados quanto á segurança para uso em crianças.

Mas se o pequeno ainda não estiver preparado para largar a chupeta, o aliado pode ser o Coelhinho da Páscoa ou outro personagem fictício que a criança se identificar. Tudo, claro, com muito diálogo, sem perder a magia e encanto desses personagens, que são fortes aliados para convencer sua criança a deixar para trás a chupeta ou mamadeira sem sofrimentos ou frustrações.

Fonte: Dr. José Reynaldo Figueiredo é odontopediatra do Hospital Infantil Sabará, dentista da AACD e colaborador da revista Odonto Magazine.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO