O Tinea Pedis ou o famoso pé de atleta é uma infecção causada por um fungo que causa uma grande vermelhidão na pele dos pés, principalmente no espaço entre os dedos. Esse tipo de fungo (um tipo de micose) adora locais quentes e úmidos; os pés, principalmente o meio dos dedos são locais onde eles mais se proliferam.

Algumas pessoas pensam que somente os adultos são acometidos pelo Pé de Atleta, entretanto isto não é verdade, crianças também podem ter Pé de Atleta.

Todo o cuidado é pouco quando falamos do pé de atleta já que ele é altamente e facilmente contagioso. As pessoas que usam os mesmos ambientes estão mais propícias a terem o pé de atleta. E quem já teve uma vez a infecção tem muito mais chances de ter de novo. Por isso cuidado para não se contaminar.

Os sintomas de quem está com pé de atleta geralmente variam muito de uma pessoa para outra. Há quem diga que há um forte incômodo e desconforto; outros dizem que não sentem nada e só descobrem a infecção quando ela já se instalou de vez.

Os dedos do pé mais afetados por esse tipo de micose é o espaço entre o 4º e o 5º dedos. Você vai perceber que a pele no local fica mais esbranquiçada e começa a descamar. Depois disso aparecerão pequenas fissuras, como rachaduras. Você sabe quando a infecção se agravou quando o pequeno corte se torna uma ferida maior e a dor aparece. Nos casos mais graves de pé de atleta o fungo chega até a sola do pé ou nas unhas o que faz com que elas caiam ou fiquem quebradiças.

O contato com pessoas infectadas ou locais que estão contaminados são as principais fontes de transmissão do pé de atleta. Por isso é muito importante você evitar andar descalço em locais públicos comuns e evitar o contato com outras pessoas se estiver com micose ou souber que essa pessoa tem pé de atleta.

O tratamento é feito a base de remédios antifúngicos. Mas a principal maneira de se cuidar e evitar o pé de atleta é você manter os pés sempre secos e limpos e preferir sapatos confortáveis e arejados como sandálias ou chinelos; se tiver que ficar muitas horas com sapato apertado ou com pouca ventilação, deixe os pés secarem e descansarem bem depois para evitar que o fungo se desenvolva.

Em área de banho comum como piscinas e banheiros, vá sempre de sandália ou chinelo. Existem também alguns talcos especiais que ajudam a tirar o excesso de umidade dos pés.

Evite o uso do mesmo calçado todos os dias, procure trocar todos os dias para que o sapato possa ser ‘arejado’, troque de meias todos os dias, jamais utilize a mesma meia usada no dia anterior.

* Não utilize remédio por conta própria, leve o seu filho ao pediatra ou ao dermatologista que poderá indicar qual o melhor tratamento para ele.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

1
Deixe um comentário

1 Comentários da discussão
0 Respostas aos comentários
0 Seguidores
 
Comentário mais ativo
Discussão mais ativa
1 Comentários dos autores
  Subscrever  
mais recente mais antigo mais votado
Notificação de
rui

os meus pés transpiram muito, eu já usei pomadas e ando a por pó nas sapatilhas. isso não está a dar resultado! onde posso encontrar os talcos para por nos pés? podia-me ajudar? ou de outra maneira sem ser os talcos?!