Massagem relaxante para seu bebe

A técnica hindu do Shantalla foi introduzida para as mães pela primeira vez pelo médico francês Frédérick Leboyer.

A descoberta desse tipo de massagem foi feita durante uma viagem à Índia; no meio de uma favela em Calcutá havia uma mulher que massageava o seu filho todas as manhãs, aproveitando o sol.

A ideia dessa massagem é oferecer o fundamento às crianças como o contato, carinho e principalmente o amor.

A comunicação será entre a mão e a pele, via mãe e filho, feito atentamente e em silêncio, surge o alicerce do relacionamento rodeado de alegria e amor.

A melhor hora para se realizar a técnica é antes do bebê ter sua soneca matinal. Logo após a massagem é aconselhável um banho.

No verão aproveite o sol e leve a criança para fora da casa, ao ar livre.

Mas cuidado, pois só se pode realizar a massagem a partir do segundo mês; antes disso a criança ainda é muito frágil e não pode ficar longos períodos sem roupa.

A shantalla só não é recomendada em caso de febre, resfriado ou algum tipo de infecção que por ventura o bebê sofrer.

Entre o segundo e terceiro mês apenas dê o leite suficiente para forrar o estômago da criança, pois quando alimentada totalmente, o bebê adormece e a massagem não pode ser realizada.

Apesar dos inúmeros livros e cursos na área, poucas pessoas são capazes de explicar quais os princípios básicos da massagem.

A shantalla é onde todos os sentidos e sensações podem interagir.

O aperfeiçoamento será conforme a sensibilidade de quem aplica a massagem; mais que técnicas o que importa realmente é o contato da mãe com o bebê e o laço que irá se formar a partir daquele momento.

Pode também estar interessado em: Cuidados com o Bebe | Higiene Diária

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário

  Subscrever  
Notificação de