O povo oriental tem muito a nos ensinar em relação ao respeito pelo próximo, amor a natureza  e preservação do nosso planeta. Um exemplo disso é a Ikebana, uma arte que nasceu há mais de 1.000 anos e teve origem no ritual onde as pessoas faziam arranjos de flores para oferecer ao Buda, aos deuses e aos antepassados falecidos.

No Japão, onde ganhou notoriedade, a Ikebana  passou a ser desenvolvida por homens e mulheres que tinham interesse em desenvolver suas habilidades de concentração, observação e harmonização do ambiente. A arte do Ikebana é considerada uma forma de meditação, já que também leva ao praticante à uma harmonização interior. A palavra “Ikebana” em japonês significa “flores vivas ou vivificação floral”.

historia-do-Ikebana-Yoshiko-Nakamura

Ikebana de Yoshiko Nakamura em Seattle Center,Seattle (Washington as part of the 2008 Cherry Blossom Festival).
Foto de Joe Mabel © – Wikipédia

A arte Ikebana possui diversos estilos como por exemplo o Ikenobo, onde os arranjos de flores são devotados aos deuses e aos antepassados, com galhos que saem do vaso simetricamente, ou o estilo Sogetsu onde se utiliza todo tipo de material artificial, como plástico e sintéticos. Cada estilo de arranjo floral tem um nome e forma diferente, e segue um conjunto de regras e técnicas na sua elaboração.

A arte Ikebana, inclui vaso, caules, folhas, ramos e flores. Cada Ikebana é pensado, elaborado e criado a pensar na natureza, baseando-se em três pontos principais que simbolizam o céu, a terra e o homem. No vaso, sol, terra e luz, também estão representados, e o arranjo deve ser composto baseado em medidas pré determinadas.

Rikka Shofutai é o nome que se dá a um Ikebana onde a natureza seja a base de sua elaboração, e onde o conceito de formação de paisagem esteja presente. O tema embora pareça simples, exige estudo e entendimento das técnicas e entendimento do significado das flores, bem como a forma como o Ikebana irá ser estruturado.

Cada tipo de flor usada, representa também um tempo, passado, presente ou futuro; sem esquecer também que as estações do ano (Primavera, Verão, Outono e Inverno) também são representadas no arranjos florais Ikebana.

Flores utilizadas em arranjos Ikebana: Gérbera, Rosa Mimosa, Lírio, Cravo, Girassol, Crisântemo, etc.

Galhos e Folhagens utilizados em arranjos Ikebana: Samambaia, Taboa, Galhos de Pêra, Folhas de Chá, Murta, Folha de Seringueira, etc.

Qualquer pessoa pode aprender a fazer Ikebana, porém o que se enfatiza é que o verdadeiro Ikebana só se é aprendido em sua profundidade quando ensinado por um mestre, que transmitirá ao aluno através de sua experiência pessoal, toda sua essência e significado real da arte.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira o seu comentário!
Insira o seu Nome