herpes labial na infancia

A herpes labial na infância é uma doença simples e infecto-contagiosa. Existem dois tipos de vírus que causam dois tipos diferentes de herpes: o vírus da herpes simples, tipo 1 que causa a herpes labial e o tipo 2 que causa o herpes genital.

Mas como o tipo 1 é comum na maioria das pessoas, vamos falar sobre ele pra que você saiba tudo o que precisa para cuidar caso o seu filho se contamine. Embora muitas pessoas não saibam mas crianças também se contaminam com o vírus da herpes.

A infecção se dá pelo contato direito com outras pessoas que estejam com herpes. Esse primeiro contato se dá invariavelmente na infância e o contágio mais comum é quando você ou seu marido ou até mesmo algum parente está com a doença e tem contato com a pele do seu bebê.

Depois que o seu filho tem contato com o vírus, ele vai passar por um estágio de incubação que pode levar cerca de 10 dias. Após esse período o seu filho começa apresentar a primeira infecção. Nesta fase ele pode apresentar febre, mal estar, irritabilidade, dor de cabeça e perda do apetite.

Podem surgir ainda as famosas bolhas nos lábios ou em torno deles; essas bolhas podem romper e formar úlceras que geralmente sangram e doem. Esse quadro de bolhas e dor pode durar até 15 dias e saram sozinho após esse período.

A ocorrência em crianças ainda é baixa, já que o vírus fica encubado no organismo do seu filho e só voltam a se manifestar quando ele já for adolescente ou até mesmo adulto.

Geralmente o vírus se manifesta quando há uma baixa na imunidade do seu filho ou fatores próprios que desencadeiam a herpes como febre, exposição direta ao sol, distúrbios gastrointestinais, stress e até mesmo a TPM.

Infelizmente ainda não existe tratamento para a herpes labial. As pomadas usadas durante o ciclo como o aciclovir são apenas pare reduzir a evolução do quadro e diminuir a aparição da herpes.

Caso você observe qualquer sinal que indique herpes labial leve seu filho imediatamente ao médico, saiba também que crianças ou adultos quando em crise de herpes labial devem manter as mãos sempre limpas e não leva-las aos olhos.

O pediatra do seu filho poderá lhe fornecer todas as orientações necessárias bem como os medicamentos que devem ser utilizados para amenizar as crises.

Pode interessar-lhe também:

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO