Força Japão, não desanimem, pois com certeza em um ano vocês irão reconstruir tudo que foi perdido neste terremoto (tsunami). O mundo deveria espelhar-se na atitude nobre dos japoneses, que apesar do caos que estão vivendo, conseguem manter a sanidade mental, respeitam o seu próximo e  sofrem em silêncio.

japao

É fabuloso ver nos noticiários a forma como o povo japonês está encarando este desastre da natureza. Nas ruas do Japão não se vê gritos, choros, lamúrias, escândalos, falta de educação, e tão pouco falta de respeito pelo próximo.

No Japão atualmente há racionamento de água, energia elétrica, comida, e combustivel, mas ninguém fura a fila, ninguém passa por cima de ninguém para levar vantagem e se dar bem as custas do sofrimento dos que ficam para trás. Fosse em qualquer outro país do  planeta Terra inclusive no Brasil ou Portugal, veríamos gritos, agressividade, falta de respeito pelo semelhante, e gente querendo levar vantagem furando filas, ou conseguindo mais água do que é permitido.

Parabéns povo japonês pela sua dignidade, parabéns povo japonês pela sua educação, parabéns povo japonês pela postura com que enfrentam esta tragédia!!! É por isso que vocês são a 3ª maior potência mundial, porque trabalham, porque lutam, porque são honestos e porque se preocupam em melhorar o seu país e não se preocupam em criticar, e resmungar pelos cantos, a dizer que a humanidade ou os políticos são os culpados por isso ou por aqui.

Japão, nação que trabalha,  prospéra e faz acontecer!!!!!! Força Japão!!!!!!!!!!!!!!!

Kátia Pinheiro

PS. A Cruz Vermelha Brasileira informou que está recebendo doações em dinheiro para ajudar as vítimas do terremoto e tsunami que atingiram o Japão. As doações só serão recebidas em dinheiro por meio da conta corrente número 40.000-9 da agência 1.787 do Bradesco. As somas arrecadadas serão enviadas à Cruz Vermelha Japonesa. As doações também estão sendo arrecadadas em empresas parceiras da Cruz Vermelha de São Paulo.

A Cruz Vermelha é uma organização internacional, tradicional no mundo inteiro pela sua atuação em casos de desastres naturais e conflitos armados.

ajudem-o-japao

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ