Gravidez implica em enxoval, arrumar o quartinho, decorar e o mais importante: Que nome você vai escolher para o seu bebê? E essa é uma escolha fundamental,o nome é cheio de história, já que concretiza todas as expectativas que você tem do bebê mesmo antes de ele nascer. Você pode querer dar um nome forte, sério ou até mesmo delicado, bem-humorado ou ainda homenagear alguém. Mas não se esqueça, o nome do bebê é uma “marca registrada” que o acompanhará pelo resto da vida, então preste bem atenção na hora de escolher.

Escolher o nome do bebê é uma das tarefas mais divertidas de toda a gravidez e a que mais gera discórdia entre o casal, já que cada um quer impor o seu gosto; apesar de toda a influência familiar. Por mais que existam pressões ou mitos, a escolha do nome do bebê é muito importante, já que é uma marca que o acompanhará para o resto da vida. Apesar de não haver receita para a escolha do nome perfeito, alguns itens devem ser observados.

1- O primeiro item é a sonoridade: diga o nome escolhido em voz alta para ver se você gosta do som e se combina com o sobrenome dele. Em geral nomes compridos se ajustam a sobrenomes curtos e nomes curtos a sobrenomes extensos. Cuidado, já que combinar não significa rimar.

2- Outro item a ser observado é a origem do nome que você vai escolher. Apesar de o nome não trazer grandes mudanças ao futuro do bebê, não significa que você não possa escolher um que tenha algo positivo. O nome expressa um conceito; quanto mais positivo esse conceito for, melhor.

3- Lembre-se sempre que é a partir do nome e do sobrenome que o seu filho passa a existir na sociedade, como parte de um grupo familiar. O nome vai acompanhá-lo em todos os momentos da vida, até os mais importantes; em todos os momentos da vida a criança será chamada pelo nome. Por isso é de fundamental importância que a escolha do nome seja resultado de muita pesquisa e calma, para não haver erros, nem arrependimentos.

4- Lembre-se que nomes antigos em homenagem a algum parente, avós, avôs, tios por vezes podem não ‘soar’ bem nos dias de hoje, por isso pense em como seu filho ou filha se sentiria tendo um nome pouco comum ou um bocado ultrapassado.

5- Combinações com metade do nome da mãe e metade do nome do pai nem sempre dão muito certo. Por vezes a combinação fica dificil de pronunciar e certamente causará um certo desconforto ao seu filho ou filha. Não citarei nomes exemplificando para não constranger algumas pessoas que por ventura tenham o nome igual, mas isso é um item a ser observado com cuidado.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

1
Deixe um comentário

1 Comentários da discussão
0 Respostas aos comentários
0 Seguidores
 
Comentário mais ativo
Discussão mais ativa
1 Comentários dos autores
  Subscrever  
mais recente mais antigo mais votado
Notificação de
lais oliveira meira

oi eu queria saber qual o sexo do bebe …vai ser menino ou menina….bjus