Nos últimos tempos temos ouvido e assistido nos meios de comunicação, inúmeras notícias acerca de alunos que desrespeitam professores e vice e versa. Penso que o problema é bem mais amplo do que se discute. Antes de mais, os pais têm de ter consciência de que a escola é um mero ‘organismo’ que tem por finalidade transmitir ao aluno conhecimentos culturais e não educacionais no sentido exato da palavra.

Vejamos abaixo as definições de ambas as palavras no dicionário:

Escola: Estabelecimento público ou privado onde se ministra o ensino colectivo.

Educação: Conhecimento, transmissão e observação de costumes da vida social, delicadeza, civilidade, respeito, polidez e cortesia. Formação  no âmbito fisíco e moral de uma pessoa.

Obviamente que utilizamos também a palavra Educação para designar a transmissão de conhecimentos culturais à um individuo. Ocorre que parece que está havendo uma distorção de valores e de funções,  quem tem de educar os filhos e passar noções de boas maneiras, respeito ao próximo, caráter,e dignidade pessoal, são os pais e não os professores.

Os professores têm a função de transmitir conhecimentos culturais e assegurar-se de que o aluno  aprende e tem condições de ‘progredir’ na ‘vida escolar’. Acho essencial que os pais reflitam sobre isso e esperemos que
haja mais respeito entre alunos e professores.

Antigamente o professor era visto como o ‘mestre’,  que como tal deveria ser respeitado e era. Isso também não significa que no passado os professores não cometessem erros, ao contrário cometiam sim e muitos.

Entretanto havia uma maior noção de respeito. Não quero com isso ser piegas, só acho que com tudo que temos visto na televisão acerca da degradação do ensino e do relacionamento entre aluno e professor; fica praticamente impossível ministrar uma aula.

Pior que isso, fica impossível para aqueles que estão de fato na escola com o objetivo de aprender, conseguirem assimilar algum conteúdo que lhes é transmitido no meio de uma balbúrdia generalizada.

Pais pensem nisso!

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

Deixe um comentário

  Subscrever  
Notificação de