Diferenças entre Gripe Comum e Gripe H1N1

Muito se tem falado sobre a disseminação do virus que causa a gripe H1N1, mas muitos não sabem as diferenças dos sintomas entre uma gripe comum e a Gripe H1N1. É importante você saber não só quais são os sintomas, mas também saber o que é preciso fazer para evitar o contágio. Antes de mais é necessário estar atenta aos hábitos de higiene extremamente importantes para evitar o contágio.

– Lavar as mãos com frequência, é uma das formas de prevenir a transmissão da doença.

– Evitar o contato das mãos com olhos, nariz e boca depois de tocar em superfícies, usar lenços descartáveis ao tossir ou espirrar.

– Evitar aglomerações e ambientes fechados.

– Ter hábitos saudáveis como hidratação corporal, alimentação equilibrada e atividade física.

– Manter a casa limpa.

– Desinfectar as superficies de cozinhas e banheiros.

– Manter roupas pessoais e roupas de cama e banho limpas.

– Manter frequentes hábitos de limpeza da casa em geral.

– Tomar banho diariamente.

– Utilizar toalhinhas desinfectantes caso esteja num local onde não seja possível lavar as mãos imediatamente.

– Algumas organizações religiosas também orientaram aos fiés evitar abraços, apertos de mãos ou qualquer outro tipo de contato físico para impedir a dispersão do vírus durante os cultos religiosos.

Veja abaixo a tabela contendo as diferenças de sintomas entre a gripe comum e a gripe H1N1:

gripe

h1n1

Diagrama dos sintomas da gripe A (H1N1) no ser humano.
1- Corpo em geral – febre
2- Psicológico – letargia, falta de apetite
3- Nasofaringe – rinorreia, dor de garganta
4- Sistema Respiratório – tosse
5- Gástrico – náuseas, vómitos
6- Intestino – diarréia.

Grupos de risco:
Desde que as mortes em decorrência a gripe suína foram identificadas alguns grupos de risco foram observados. São eles:

* Gestantes
* Idosos (maiores de 65 anos)
* Crianças (menores de 2 anos)
* Doentes crônicos
* Problemas cardiovasculares, exceto hipertensos
* Asmáticos
* Portadores de doença obstrutiva crônica
* Problemas hepáticos e renais
* Doenças metabólicas
* Doenças que afetam o sistema imunológico
* Obesos

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ