Dia 12 de Novembro é o Dia Mundial contra a Pneumonia. O dia é dedicado  a conscientizar a população sobre medidas de prevenção e controle da doença. A Penumonia mata uma criança a cada 20 segundos em todo o mundo, por isso os pais devem estar atentos aos sintomas e as formas de prevenir!

A data foi criada pela  OMS (Organização Mundial da Saúde) e pelo Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância), e segundo estatísticas mundiais, a doença provoca mais mortes em crianças do que qualquer outra doença. As crianças não têm um sistema imunológico totalmente desenvolvido, por isso são mais suscetíveis a doenças,  sendo que as pneumonias virais são muito mais frequentes do que as bacterianas, principalmente nos bebês abaixo de dois anos de idade.

dia-mundial-contra-pneumonia

Critérios essenciais para o diagnóstico de pneumonia:

* Contagem de células brancas do sangue;
* Técnicas de PCR;
* Taxas de sedimentação;
* Radiografias de tórax;

Porém estes recursos não conseguem afirmar com certeza quando trata-se de uma pneumonia viral ou bacteriana. É importante esclarecer que esta doença pulmonar pode ter vários agentes causadores, todos os tipos de pneumonia têm sua gravidade; mas hoje em dia existem diversos tratamentos medicamentosos que podem salvar  a criança. Basta, identificar a  pneumonia logo no início.

Esteja atenta aos seguintes sintomas :

* Dificuldade em inspirar;
* Febre alta (acima de 38º) por mais de três dias;
* Feição abatida mesmo fora dos picos da febre e tosse persistente;
* Cansaço;

Consulte o pediatra do seu filho e converse com ele sobre as vacinas disponíveis! Lembre-se prevenir é o melhor remédio e portanto a mãe ou o responsável pela criança deve estar atento a alguns itens importantes como:

* Evitar a permanência em locais fechados e sem ventilação, principalmente no inverno;

* Lavar as mãos com água e sabão frequentemente e sempre que for cuidar da criança e dos alimentos;

* Estar em dia com o calendário de vacina da criança;

* Consumir muita água;

* Manter uma alimentação equilibrada;

* Evitar choques bruscos de temperatura, como por exemplo a criança estar num ambiente quente e a seguir sair para um ambiente frio, ou chuvoso;

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ