InícioBebêsCoqueluche | Sintomas, Cuidados e Prevenção

Coqueluche | Sintomas, Cuidados e Prevenção

Publicado em

A coqueluche (ou Pertússis) é popularmente conhecida como tosse de guincho ou  tosse comprida (devido  as crises de tosse durarem muitos minutos, e ser considerada uma  tosse violenta, contínua e dolorosa). É uma doença provocada por uma bactéria que atinge todo o sistema respiratório. É preciso que você tenha muito cuidado com a coqueluche, pois ela pode causar várias complicações fatais.

Ela é transmitida via gotículas de saliva e ataca os tecidos das mucosas. O período de incubação varia de cinco até 21 dias. Os primeiros sintomas são tosse, coriza, febre e olhos irritados. Depois desse estágio você pode começar a apresentar aumento da tosse com ou sem catarro seguidos de vômito ou ânsia.

É importante você ficar atenta aos primeiros sintomas da Coqueluche para não confundi-los com uma gripe comum e começar o tratamento desde cedo. As crises de tosse são as piores porque chegam a impedir que você respire até que ela cesse; isso pode durar mais de um minuto. À noite o número de crises costuma a aumentar.

Os sintomas geralmente costumam desaparecer cerca de seis semanas depois do início da primeira manifestação da coqueluche. A doença é mais grave quando atinge crianças pequenas ou bebês com poucos meses de vida. Por isso é preciso que você fique atenta aos sinais de tosse do seu bebê para tratar, caso seja algo mais sério como a coqueluche. Como ela provoca ligeira falta de ar, internações às vezes se tornam necessárias para que o seu filho não sofra com falta de oxigênio no organismo.

O diagnostico só pode ser feito a partir que o médico ou pediatra observam o paciente para ver se ele está mesmo com coqueluche. Alguns exames de sangue e coleta de secreções como o catarro podem auxiliar no diagnostico correto.

Não use nenhuma receita caseira para tratar a tosse; a orientação médica neste caso é o ideal, pois você ou seu filho irão precisar de antibióticos que matem as bactérias e curem a tosse. O que você pode fazer é vacinar, tanto você quanto seu filho e a família como forma de prevenção.

Serão três doses que começam a ser aplicadas aos 2 meses, depois aos 4 meses e finalmente aos 6 meses de vida. O reforço da vacina tem que ser feito aos 15 meses e depois aos 4 anos. Depois de aplicadas todas essas vacinas corretamente o seu filho ficará imune por um período de 10 anos.

MAIS POPULARES

Primeira Comunhão – o que é, como e quando acontece

A Primeira Comunhão ou Primeira Eucaristia é o ato religioso da Igreja Católica no...

As 30 melhores brincadeiras antigas para crianças

As brincadeiras antigas para crianças mais famosas eram: amarelinha, bolinha de gude, cantigas de roda, passa anel, roda pião, pipa, ensine à sua criança para brincar.

Jogo da Velha: Saiba as regras e aprenda a jogar

O jogo da velha é um jogo de regras extremamente simples, e que diverte adultos e crianças em qualquer lugar e a qualquer hora do dia. Excelente passatempo!

15 brincadeiras folclóricas que toda criança precisa conhecer

Brincadeiras folclóricas são brincadeiras antigas e são passadas de geração para geração mantendo suas regras básicas de origem.

Últimos Artigos

Filhos e Vida Profissional – Mães que Trabalham Fora

Você tem uma carreira promissora, mas com a chegada dos filhos não sabe como conciliar a sua carreira e a família, os filhos com a sua vida profissional.

Quando devo tirar a mamadeira do meu bebê?

Chega uma hora que é inevitável tirar a mamadeira do seu pequeno bebê. Esta é, no entanto uma tarefa complicada, saiba quando e como deve tirar a mamadeira.

As crianças devem praticar exercícios físicos ou esportes?

Saiba o que é melhor para a criança: Exercícios físicos ou esportes? Você vai perceber que ele vai ficar mais bem disposto além de ter um sono melhor.

As 30 melhores brincadeiras antigas para crianças

As brincadeiras antigas para crianças mais famosas eram: amarelinha, bolinha de gude, cantigas de roda, passa anel, roda pião, pipa, ensine à sua criança para brincar.

Mais artigos relacionados