Há tempos estou para fazer este post sobre este tema, comprar livros diretamente com a editora, porém para não ser injusta nos últimos 30 dias decidi testar e pesquisar algumas editoras em Portugal.O teste que fiz englobou diversos temas desde compra de produtos, informação técnica sobre os mesmos, publicidade, marketing, vendas, atendimento pós venda, etc.

Antes de continuar quero deixar bem claro que trata-se da minha experiência pessoal, e portanto, como dizia uma grande amiga, cada um, cada um; ou seja, cada caso é um caso. Sem generalizações, mas antes de comprar envie vários emails e veja como te atendem, por aí você vai ver se vão ou não cumprir com o combinado, entrega, etc….etc. Não vá comprando logo de cara.

Bem, habitualmente eu indico em todos os nossos blogs  livros e produtos educativos ligados a temáticas diferenciadas como crianças, relacionamentos pais e filhos, viagens, meditação, espiritualidade, psicologia, história e até romances.????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

Óbviamente quando se indica um livro, automáticamente se é obrigado a indicar qual a editora detem o direito de publicação, e óbviamente quando uma pessoa não consegue encontrar o livro para comprar numa livraria, ou quando quer uma informação adicional a primeira opção é contactar a editora para comprar diretamente com a mesma, colocar alguma questão ou esclarecer algum assunto.

Quase sempre a gente acha que ao contactar a editora vamos ter um atendimento 5 estrelas, vamos ser bem atendidos e ter o tão sonhado livro rapidamente em mãos. Ledo engano, ao menos não no que diz respeito a Portugal e com relação as experiências que tive no último mês.

Eu evito ao máximo expor aqui minha opinião negativa sobre alguns produtos, marcas e empresas, não gosto de criar polêmicas e muito menos dar tempo de antena para o que não presta, mas em alguns casos apetecia-me mesmo por a “boca no trombone” e esculachar com muitas empresas; quem sabe assim antes de auto intitular bons profissionais e ter curso disso e daquilo, MBA na China, PHD em Marketing no Tibet, e todos estes nomes  lindos e difíceis de entender para a maioria, aprendiam a trabalhar e atender com respeito o consumidor que é quem lhe dá o pão.

Pontos principais:

* Diversas editoras têm páginas no Facebook, mas não respondem as mensagens que enviamos e tão pouco os comentários. Pergunta: Para que então ter uma página de relacionamento numa rede social se não dá a devida atenção aos leitores???????

* Muitas delas tem em seu próprio site emails de contactos de pessoas “encarregadas” pelo marketing, vendas, atendimento ao cliente, etc, etc, etc, etc. Porém responder emails que é bom, nada!! Nem uma reles mensagem automática se dão ao trabalho de enviar ao cliente. Pode enviar o mesmo email para todos o emails diponíveis no site, NINGUÉM te responde. EU FIZ este teste.

* Se tiver formulário de contacto então, esqueça. Muitos deles dão erro, e a mensagem não consegue ser enviada. Pergunta: Será que não há um ser vivo na editora que não tenha antes de por o site no ar, testado que o infeliz do formulário não funciona??????????

* Quando você tem a sorte que alguém leia o seu email, nota-se que este alguém não leu realmente, apenas de te enviou uma resposta para te despachar e se livrar de você sem dar muitas explicações. Aí você estupidamente responde, achando que a máxima inteligência do outro lado irá ler e responder algo coerente no próximo email, e recebe um email com um: MUITO OBRIGADA. Então? Muito obrigada pelo que? Ao menos leu o meu email?????????

Aliás isso nota-se também em alguns estabelecimentos comerciais aqui, o “atendente”, o “balconista”, tem medo de falar com o cliente, e quando fala te despacha na velocidade da luz e com uma cara de meter medo ao diabo.

* Você envia um email, expõe uma questão, uma dúvida, te despacham rapidinho, nem sequer se dão ao trabalho de apresentar uma sugestão.

* Algumas te respondem, você dá continuidade ao email para comprar o produto ou resolver qualquer outra situação e nunca mais recebe resposta.

* Agora a pior de todas, são as que respondem com uma arrogância que simplemente dá nojo. Exatamente dá nojo ver como algumas pessoas que tem um “cargo” para lidar com o consumidor tratam o cliente. Pergunta: Será que esta gente não passa por uma formação????????????? Será que está gente não é orientada? Bem mas se uma pessoa que é dita responsável pelo marketing de uma empresa trata o cliente a pontapés que direi de seus superiores não é mesmo? O superior dela deve ser igual ou pior que ela, ou então vive no mundo da lua e não está atento ao que se passa dentro de sua empresa.

Eu só tenho a lamentar, reclamam tanto da crise e não mexem um palito para sairem dela, preferem sentar em cima de um “cargo” olha e que se lixe o resto, o que interessa é o show off.

Meu bisavô português já dizia, quem não sabe sorrir não deve ter comércio. Traduzindo para quem não entendeu, quem não tá a fim de trabalhar que vá catar coquinho na praia, que feche a empresa e vá viver de brisa.

Por isso antes de comprar diretamente com uma editora, procure nas livrarias de bairro, ou em livrarias de centros comerciais, muitas delas caso não tenham o livro para vender de imediato, encomendam e depois você passa para buscar. Se puder evite ao máximo comprar diretamente com as editoras.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

2
Deixe um comentário

1 Comentários da discussão
1 Respostas aos comentários
0 Seguidores
 
Comentário mais ativo
Discussão mais ativa
2 Comentários dos autores
  Subscrever  
mais recente mais antigo mais votado
Notificação de

Meu comentário tinha ficado incompleto, aqui fica o correcto.

Pois é, Katia.
Formação precisa-se e nem toda a gente tem a visão em perceber que um bom serviço ao cliente é obrigatório até para se manter um emprego, por muito precário que seja.

Também é verdade que empregos precários, passaram a ser regra neste mundo, e isso determina também a fraca motivação das pessoas fazerem mais do que aquilo ao qual são obrigadas…

As editoras ainda precisam de entender que o povo latino é um povo muito emocional e precisa da atenção devida, e sente muito este tipo de tratamento.

Tempo a quanto obrigas…