O ato mais bonito que um ser humano pode ter é ser solidário. Há quem diga que solidariedade não se ensina, é algo que já nasce com a pessoa. Mas você pode sim colocar a criança em contato com a solidariedade e despertar o interesse dela pelo assunto, basta você querer ensinar esse dom ao seu pequeno.

Hoje em dia é muito comum você ver as pessoas apenas pensando em si mesmas e colocando a individualidade em primeiro plano. É tudo muito teórico, técnico e frio e as pessoas começam a se esquecer que existem outros seres humanos no mundo e que sem a ajuda uns dos outros ninguém consegue viver. Essa é a primeira lição a ser ensinada ao seu filho, ninguém faz nada sozinho; estamos sempre dependendo de alguém para fazer alguma coisa.

Ensine que as pessoas são sim diferentes e que a criança precisa saber disso, mas respeitar cada um com suas diferenças. Alguns têm mais na vida e outros têm menos, se o que está sobrando não vai fazer falta, ensine o seu filho que aquilo que é exagero para ele, pode fazer a alegria de outra pessoa.

 

Pais solidários naturalmente terão filhos solidários. Afinal as crianças se espelham nos pais!
Pais solidários naturalmente terão filhos solidários. Afinal as crianças se espelham nos pais!

Alguns pais escolhem as festividades de final de ano para ensinar aos filhos como ser solidários. É importante que ele conheça outras realidades que não a dele mesmo e possa assim perceber que há pessoas que precisam da ajuda dele.

Crianças que veem os pais sendo solidários, mesmo que com pouca coisa a ser doada já estão entrando num ambiente que fará com que eles naturalmente tenham a vocação de ajudar ao próximo.

Essa ajuda não precisa ser necessariamente de dinheiro,  separe juntamente com ele alguns brinquedos que ele não usa mais, assim como roupas que não servem e vão vocês dois até um orfanato para que ele possa ver a alegria das outras crianças no momento em que ele doa aquilo que não lhe tem mais serventia.

São pequenos gestos como esse, do dia a dia que vão ensiná-lo que solidariedade é algo bom, positivo e que deve ser praticado sempre. O incentivo é sempre importante, já que só dessa maneira você poderá perceber uma mudança de comportamento da parte dele, tanto em casa, quanto na escola.

Que tal experimentar e ver os resultados? Você pode organizar uma campanha de arrecadação em família, e na escola do seu filho. Isso fará com que ele participe com outros colegas em prol de arrecadar  brinquedos, livros, ou mantimentos. 🙂

Há muitas instituições que você pode colaborar e concomitantemente ensinar o seu filho a ser solidário, e é muito fácil encontrar informações na internet sobre qualquer uma delas.

No Brasil citamos a A.A.C.D, a GRAACC, o Hospital do Câncer, etc.

Em Portugal citamos Ajuda de Berço, Fundação do Gil, etc.

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO