Durante a gravidez, principalmente nos primeiros meses, muitas mulheres se deparam com alguns incômodos, como náuseas, dores lombares e fadiga. Tudo isso ocorre devido a um turbilhão de mudanças hormonais e psicológicas que ocorrem no corpo da mulher no período da gestação. Mais uma vez, iremos falar de um método cada vez mais indicado e extremamente funcional, a aromaterapia.

Saiba de que forma os óleos essenciais e vegetais podem lhe auxiliar no dia a dia combatendo desconfortos e amenizando pressões que são comuns neste período marcante para qualquer mulher.

Aromaterapia - Óleos vegetais e Óleos Essenciais para gestantes

Óleos vegetais

Nos primeiros meses de gestação é recomendado o uso de óleos vegetais puros, como óleo de amêndoa, semente de uva e gérmen de trigo. Todos eles auxiliam na hidratação da pele e evita a formação de estrias, o que é muito comum durante a gestação devido a maior elasticidade do tecido.

Óleos essenciais – alguns cuidados

Ao se tratar dos óleos essenciais é preciso alguns cuidados e o auxílio de um especialista capacitado. O óleo essencial, apesar de ser rico em propriedades naturais, também possui substâncias químicas que ao entrar em contato direto com a pele pode interferir na corrente sanguínea e prejudicar a mãe ou o bebê.

A aromaterapia é um tratamento eficaz, mas cauteloso que deve ser indicado de maneira especial, principalmente para crianças, gestantes, alérgicos, hipertensos e diabéticos. Vamos conferir alguns óleos essenciais que não são indicados durante a gestação devido possuírem componentes tóxicos: Erva-doce,  jasmim, manjericão, camomila, mirra, orégano, poejo, anis, bétula, cedro,  cânfora, entre outros.

Os óleos essenciais são indicados após o 5º mês de gestação. Pode ser utilizado em banhos, aromatização de ambientes e escalda pés. Vamos conferir quais são os óleos essenciais e vegetais mais indicados durante a gestação:

Para massagens

Lavanda e Gengibre: ambos são ótimos para combater o enjoou, fadiga e indisposição.

Tangerina: auxilia na melhora do humor e diminui o cansaço mental decorrente das mudanças hormonais.

Limão: ótimo para combater dores nas articulações, nas pernas. Estimula a circulação sanguínea.

Neroli: pode ser aplicado para combater estrias, após o 5º mês de gestação.

Para combater náuseas

O óleo de lavanda, camomila ou laranja pode ser adicionado 2 gotas em 2 litros de água. Umedeça uma toalha e coloque-a sobre a barriga durante 20 minutos.
Folhas de hortelã também são ótimas para amenizar o enjoo. Coloque 5 folhas num recipiente com água na geladeira. De vez em quando beba um gole, irá notar que o enjoo será amenizado.

Para evitar azias

Azias são comuns durante a gravidez. Neste período é importante evitar o consumo de alimentos gordurosos e açucarados. Opte por comer frutas, vegetais e legumes. Alguns óleos também são indicados, como o óleo vegetal de jojoba e o óleo essencial de limão, podem ser utilizados através de massagens no abdômen.

Se você gostou da ideia de aderir aos óleos vegetais e essenciais entre em contato com um especialista e saiba qual o componente mais indicado para o seu caso. Lembrando que todo cuidado deve existir para que este método seja eficaz e prazeroso para a mãe e o bebê. Os óleos vegetais, como a amêndoa, semente de uva e gérmen de trigo, podem ser usados sem restrição para hidratar a pele e evitar as indesejadas estrias.

Fonte: Perfumes4u

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ