Bigmãe
Tudo sobre Dislexia

Tudo sobre Dislexia

A dislexia nada mais é do que uma deficiência no aprendizado. Acredita-se que mais de 20% das crianças sofram desse déficit. A dislexia faz com que o seu filho tenha dificuldade em aprender o básico, como ler, escrever e fazer contas. Mas calma que isto não quer dizer que ele é menos inteligente, na verdade muitos disléxicos apresentam um grau de inteligência superior ao da maioria da população.

É preciso que os professores do seu filho e você estejam sempre atentos a ele para que percebam desde cedo se ele tem ou não dislexia. Caso contrário é bem comum você ou o professor confundir a dislexia com preguiça ou falta de vontade de estudar.

É natural que as crianças disléxicas apresentem mal-comportamento dentro e fora da escola como forma de extravasar as suas frustrações. Por isso todo o cuidado é pouco na hora de tachar alguma criança de preguiçosa.

A dislexia quando tratada desde cedo pode fazer com que o seu filho alcance o sucesso no futuro. Serão criadas técnicas e didáticas de aprendizagem para que ele consiga aprender sem danos e estimule ainda mais o alto grau de inteligência que ele tem. Alguns dos maiores gênios, inventores e escritores eram disléxicos, como Thomas Edison, Walt Disney e até mesmo Agatha Christie.

Tem pesquisas que apontam que as crianças disléxicas inclusive têm maior chance de ser mais bem sucedida, já que eles criam um método próprio de aprendizagem que estimula a criatividade e desenvolve habilidades para evitar o stress.

A origem da dislexia é neurológica e genética. Se o seu filho nascer disléxico é sinal de que algum parente ou alguém na família também tem ou teve dislexia. Os tratamentos para a doença incluem técnicas para que o cérebro relacione letras aos sons e o significado das palavras que elas formam.

Quanto mais cedo você tratar a dislexia do seu filho, maiores as chances dessas conexões falhas no cérebro se atenuarem e serem corrigidas. A boa notícia é que se tratada nos primeiros anos de vida a dislexia é totalmente curável.

O primeiro fator que você deve ficar atenta para perceber a dislexia é que se mesmo o seu filho estudando em uma boa escola, as notas não refletem o ensino dele e ele tem dificuldade nas tarefas; o segundo passo é ver se ele não confunde letras do alfabeto ou sons das palavras – isto você pode observar desde cedo, mesmo antes de ele entrar na escola, veja se ele tem dificuldade na fala ou em rimar as palavras.