Regrinhas da Super Nanny

Gostou deste Post?

Já falei aqui no Big Mãe sobre a Super Nanny, programa exibido pelo SBT e onde a pedagoga Cristina Poli, ensina aos pais a como por “ordem na casa” e fazer com que seus filhos se tornem obedientes e cumpridores de seus deveres. Como em tudo neste mundo em que vivemos, temos que ter regras, horários e disciplina; e com os filhos não deve ser diferente. Um dos pontos altos do programa é quando Cristina Poli faz o painel com as regrinhas da Super Nanny, o cantinho da disciplina, que estabelece como a  criança deve se comportar; ou seja, deve obedecer os pais, guardar e arrumar os brinquedos, deve dormir na hora certa, não pode chorar por qualquer motivo,etc .

A Super Nanny (Cristina Poli) explica que quando uma criança infringe uma regrinha deve receber uma advertência verbal do pai ou da mãe. Se ela continuar a descumprir qualquer uma das regrinhas, deve ser levada até o painel onde estão fixadas as regrinhas da Super Nanny, a mãe (ou o pai) deve explicar que ela infringiu uma das regrinhas e que por isso vai ficar sentadinho no cantinho da reflexão; que é um cantinho fixo onde a criança deve ficar sentadinha por 1 minuto por cada ano de vida. Se a criança tiver 5 anos, deve ficar sentadinha por 5 minutinhos. Este cantinho da reflexão nunca deve ser o quarto da criança, o mesmo deve ser estabelecido em algum

outro local da casa. Depois que a criança permanecer sentadinha os minutos estabelecidos conforme a idade de cada uma, a mãe vai até lá, conversa com ela e diz que ela ficou lá sentadinha porque infringiu por exemplo a regra de dizer palavrão, não obedecer aos pais, ou bater no irmãozinho. Dá um beijinho, pede um abraço e diz: Pede desculpas para mamãe!

A cada dia que a criança se comportar bem ela deve receber uma moedinha que pode ser colocada num cofrinho, ou uma estrelinha dourada que pode ser fixada num painel bonito que a mamãe pode fazer ela mesmo. Se durante a semana ela se comportar bem todos os dias, ao fim de 7 dias, a criança ganha um presente que pode ser um joguinho, um brinquedinho, ou até mesmo um passeio num parque de diversões ou outro lugar qualquer que a criança goste.

Se você gostou da sugestão da Super Nanny que tal imprimir as regrinhas e começar a utiliza-las no dia a dia com o seu filho? Para imprimi-las clique no link abaixo:

- Regrinhas da Super Nanny

Visite também o site oficial: Cris Poli



Gostou deste Post?

Comments

  1. maria luiza says:

    eu gostaria muito de ajuda pois tenho um filho de 7 anos .ele tem sindrome de asperg.E eu ja tentei com essas regrinhas mas ele esquece muito rápido e está sempre repetindo os mesmos erros. e ele é muito iperativo e desatento ,estou tendo muita dificuldade de educar meu filho . estou precisando muito . me dê uma dica . por favor me ajude.

    • Maria Luiza tente contactar a Cris Poli (Super Nanny) pelo site oficial dela:
      http://www.crispoli.com.br/contato
      Atentamente.

    • Maria Luiza, meu filho é aspeger tbm.. demorou muito, tive muitas dificuldade durante anos, mas hoje, com quinze anos, ele está regrado, por conta própria e com a ajuda do acompanhamento psiquiátrico e psicológico iniciado ainda na infância. tenha calma e paciência, todas essas coisas são características próprias dos autistas.. no início foi muito difícil pra mim, queria que meu filho fosse educado naturalmente como todas as outras crianças, mas hoje em dia estou muito muito feliz com o desenvolvimento dele, do capricho e da responsabilidade dele com as coisas.. é só com o tempo, acompanhamento, paciência e muito amor.. tudo irá fluir.. boa sorte! felicidade e paz!

  2. Eu assisto todo sabado ,a cris poli e fico de boca aberta como ela fala!

  3. Eu assisto todo sabado ,a cris poli e fico de boca aberta como ela fala! Bjs!

  4. rozileia rodrigues says:

    Estar sendo muito difícil…estou tendo problema com minha filha de 7 anos ela faz 3 ano do ensino fundamental e não gotas de copiar as tarefas do quadro e quando copia demora terminar e a prof. reclama.Em casa também e assim ao executar as tarefinhas de casa, a prof. diz que ela estar sempre dispersa e conversando muito , já conversei com minha filha ditando algumas regras e de nada resovel. por favor me ajude Super nany!!

  5. Eu sou separada desde que meu filho tinha 1 ano, hoje ele tem 6 anos e a situação está critica, já assistir algumas vezes o programa, já tentei aplicar algumas coisas mas tem sido dificil, pois me tornei a bruxa má da história.
    Preciso de conselhos, não sei mais o que fazer

    • Claudia, não é fácil fazer uma análise do que se passa, sem conhecer o meio ambiente em que ele vive e como é o dia a dia dele. A sugestão que dou é sempre pedir a orientação de um psicólogo. De qq forma se vc é separada há muito tempo, é praticamente a responsável pela educação dele em tempo integral. Não sei se há um relacionamento próximo com o pai e se ele interfere. Se houver, uma conversa franca sobre as dificuldades que vc tem em educar seu filho sozinha, pode ajudar que o pai não se intrometa, ou se se intrometer que seja para te ajudar a te elvar a bom porto e não para fazer com que vc se torne a bruxa má.
      Tente conversar com seu filho e perguntar o porque ele age assim. Os adultos normalmente pensam que a criança não compreende nada, mas as vezes um diálogo franco e só entre vcs dois pode resolver. Diga a ele as dificuldades que vc tem passado com relação ao comportamento dele, e pergunte se ele acha que está certo. Vamos ver se assim adianta alguma coisa. ;)

  6. Não consigo abrir as regrinhas. Diz q foi removido.
    Como faço pra vê as regras?

  7. minha filha tem três anos e se recusa dormir na hora certa. eu percebo que ela está com sono mas inventa mil motivos pra adiar o sono. não sei como fazer para convencer ela de que está na hora de dormir.

  8. Oi, porfavor preciso de ajuda com meu filho de kaique 11 anos, somente uma dica de como devo agir, estou muito preocupada em agir errado. Meu filho tem mania de se vitimizar por tudo, tenho outro filho de 16anos que é mais maleavel, mais proativo já o Kaique é bem resistente, super inteligente e muitoooopreguiçoso, então se aproveita bastante do meu filho mais velho e nisso acabam brigando. Tudo bem mas o meu drama maior é que o Kaique chora e sofre por td, se sente injustiçado por tudo, se dou uma bronca nele, ele acha que foi injustou ou que ele sempre atrapalha e ai chora, nessas horas nunca sei como manter a bronca sem magoar ele pois tenho medo de ele entrar em depressão. Não quero pre julgar ele mas ele dramatiza tudo, se ele bate o pé na porta chora como se tivesse quebrado, se brigo com ele chora ou se fecha, e quando vou falar com ele de forma calma e explicativa ele sempre encontra argumentos tentando provar que ele sofre pois acha que atrapalha o clima da casa, mas ele realment reclama de tudooo, e nunca concorda com a vontade geral, sempre é do contra….ai gente não sei o que fazer, ele é doce, amável, muito carinhoso mas que td do seu jeito e quando não é se sente injustiçado… o que eu faço??? Me ajude por favor, sei que não tem muito haver com o tema da matéria mas não sei onde encontrar uma ajuda. Obridada …Detalhe somos uma familha de 4 pessoas (Eu, marido e os dois filhos) bem participativa dentro do possivel e que presa muito a união.

    • Alice, mediante tudo que vc mencionou, pela idade que ele tem que já permite compreensão exata das coisas, por vc já ter tido uma conversa calma com ele e ter explicado tudo e tentado fazer com que ele entenda, e não ter dado certo; minha sugestão é que vc procure um psicólogo. Talvez ele tenha baixa auto estima, se sinta inferiorizado por algum motivo que talvez nem ele saiba. Um profissional capacitado irá ajudar a identificar o problema e irá ajuda-lo a se compreender melhor; porque talvez para o psicólogo ele digo algo que talvez não consiga dizer em conversas com vc ou com o pai.

      • Muito obrigada pela resposta …inclusive ele começou no psicologo faz umas 3 semana , agora aguardo o resultado, o problema é saber como agir com ele por enquanto…. mas estou calma e converso com ele bastante, só não sei o tom sabe…não sei se tenho que ser muito carinhosa …mais seca… afff…é dificil… mas td vai dar certo… Obrigada de novo

        • Que bom Alice que ele já começou com o psicólogo, tenho certeza absoluta de que ele irá te ajudar a lidar com esta situação. Não sei por quantas consultas seu filho já passou, mas creio que breve o psicólogo irá lhe dar toda a orientação necessária sobre como agir. :)

Speak Your Mind

*


oito − 2 =