Bigmãe
Recuperação Pós Parto – Mitos e Verdades

Recuperação Pós Parto – Mitos e Verdades

Recuperação Pós Parto – Mitos e Verdades. Depois do parto toda  mulher, ao chegar em casa, tem como 100% da preocupação cuidar do filho, mas engana-se quem pensa que os cuidados devem ser somente com os recém-nascidos. Você e o seu bebê têm que ter os mesmos cuidados. E é claro que como sempre, nesta hora surgem mitos e crendices populares. O ideal é você estar atenta para saber o que é mito e o que é verdade nos cuidados pós-parto.

Outra questão absurda que tenho observado nos emails e comentários que são aqui deixados no Bigmãe, é que as mulheres após o parto não voltam a procurar o médico, tampouco retornam ao consultório para ver se está tudo bem.

Dúvidas simples e que poderiam ser esclarecida na consulta alguns dias após o parto, persistem na cabeça de muitas mães. É essencial enfatizar que após o parto a mulher deve marcar uma consulta com o médico que fez o parto ou com o ginecologista que a acompanhou durante a gravidez. Somente o médico será capaz de diagnosticar, tirar dúvidas e prescrever qualquer tipo de medicamento.  Esteja atenta.

Recuperação Pós Parto – Mitos e Verdades

Vejam este vídeo da querida Solange Madalena, mãe de quatro filhos e que dá uma mega aula e tira um monte de dúvidas das mamães:

O período pós-parto é popularmente conhecido como quarentena ou resguardo. Na verdade, como esse período é popularmente  recheado com uma série de crendices, o mais aconselhável é você procurar o seu médico para tirar as dúvidas.

Esse período de resguardo pode ir até a sexta ou oitava semana pós-parto. Esse é o tempo que os seus órgãos vão precisar para voltar ao estado normal, de antes de você engravidar. O útero da mulher cresce quase que 50 vezes durante a gestação e no local onde a placenta ficou, agora estão pequenas cicatrizes internas que precisam ser cicatrizadas, por isso mesmo esse tempo de resguardo tem que ser respeitado; caso contrário a mulher corre o risco de ter infecções. A febre pode ser um sintoma dessa infecção, então ao menor sinal de febre procure logo o médico.

É recomendado também que você procure o médico caso o sangramento normal que ocorre após o parto não cesse até o 40º dia. Outro ponto que pode te incomodar é a episiotomia, aquele corte que o médico precisa fazer entre o ânus e a vagina para que o bebê saia com facilidade; o seu médico poderá lhe indicar medicamentos tópicos que poderão amenizar a dor e facilitar a cicatrização.

A higiene nesse período é mais do que necessária, por isso mesmo não deixe de fazer todos os banhos de assento que o médico vai lhe recomendar; e também não deixe de usar os produtos indicados por ele. Tudo isso vai ajudar na cicatrização e no desaparecimento de qualquer foco de infecção.

Vejamos abaixo alguns mitos e verdades sobre Recuperação Pós Parto:

Enquanto a mulher estiver amamentando ela não engravida.

Mito. Embora a possibilidade de engravidar seja menor durante o período em que a mamãe está amamentando poderá haver uma possibilidade reduzida de engravidar.

Veja também: – Perguntas e Respostas sobre parto cesárea

A mulher não pode tomar banho e nem lavar a cabeça após o parto e durante a quarentena.

Mito. A mulher deve sim tomar o seu banho diariamente, lavar os cabelos e manter em dia sua higiene para seu bem estar físico e emocional.

O cabelo cai muito no pós parto.

Verdade. No pós parto há algumas alterações hormonais que podem ocasionar a queda de cabelo, porém
isso passará em pouco tempo. Cerca de 90 dias depois do parto, o processo atinge seu auge e a queda começa a diminuir.

Deve evitar ter relações sexuais na quarentena.

Verdade. Relações sexuais são contrai ndicadas no primeiro mês. Se você teve parto normal, como é óbvio, a relação sexual poderá doer e machucar a região vaginal. Se você teve parto cesárea, a relação sexual deverá também ocasionar dor abdominal,  devido a região da cicatriz ainda estar sensível e em fase de cicatrização. Portanto, é importante respeitar o período determinado pelo seu médico sobre não ter relações sexuais.

Amamentar faz os seios ficarem caídos.

Mito. Não há nada provado que a amamentação ocasione a queda dos seios, geralmente isso está relacionado com a genética de cada um.

Veja também: – Perguntas e Respostas sobre Amamentação

No pós parto é normal ter prisão de ventre.

Verdade. Pode ocorrer prisão de ventre que pode ser resolvida com  uma alimentação rica em fibras e líquidos para estimular o intestino e evitar gases.

Após o parto é normal não sentir desejo sexual.

Verdade. Após o parto há uma queda dos hormônios que reduzem a libido e diminuem a lubrificação vaginal, isso faz com que a mulher não tenha vontade de ter relações. A adaptação a nova vida, e a rotina do bebê também deixa a mulher mais cansada, fazendo com que ela não se sinta estimulada suficientemente para ter relações sexuais.

Veja também: – Perguntas e Respostas sobre parto normal

Amamentar ajuda emagrecer.

Verdade. Devido a produção de leite o metabolismo da mulher fica mais acelerado, e isto implica numa queima maior de calorias, pelo que  amamentar contribui para que a mulher recupere mais rapidamente seu peso anterior a gestação.

Após o parto a mulher não pode dirigir.

Verdade. Se teve parto normal é desaconselhável no primeiro mês por atrapalhar a cicatrização do períneo. Se teve parto cesárea não costuma ser permitido no primeiro mês, porque pode atrapalhar a
cicatrização abdominal.

Exercícios físicos podem ser feitos normalmente.

Mito. Exercícios pesados, corridas, alto impacto, aeróbicos são proibidos nos primeiros 45 dias pós parto normal. Se for parto cesárea os exercícios devem ser evitados nos 3 meses pós parto.

Não se deve carregar peso na quarentana.

Verdade. A mulher não deve fazer esforços físicos e nem carregar peso no pós parto. É importante seguir a orientação do médico que fez o parto para que não haja nenhum problema neste período delicado.

A mulher não deve se depilar durante a quarentena.

Mito. A mulher pode se depilar normalmente durante a quarentena, óbviamente observando nao se depilar onde a região estiver ainda em cicatrização seja na região abdominal ou vaginal.

Mulheres no pós parto ficam mais sensíveis emocionalmente.

Verdade. Devido as alterações hormonais e a tensão por estar a cuidar de uma nova vida  a mulher mais emotiva, mais sensível e ansiosa. Isto costuma passar em poucos meses.

Mães com silicone não podem amamentar.

Mito. A mulher que colocou silicone pode amamentar normalmente, a não ser que  haja alguma condição física específica que a impeça.

A mamãe não pode voltar a tingir o cabelo enquanto está a amamentar o bebê.

Mito. Pode, mas dê preferência a produtos sem amônia. Não ha riscos de contaminação do leite.

No pós parto a mãe pode tomar qualquer remédio.

Mito. A mãe não pode e nem deve tomar remédios e receitas caseiras milagrosas, sem que tenha sido receitado pelo médico.

Pode passar qualquer pomada na rachadura dos seios.

Mito. Se a mãe tiver rachaduras nos bicos dos seios, não deve utilizar pomadas ou outra substancia sem consultar o médico. O mesmo vale para tratamentos estéticos faciais e também para utilização de químicas pesadas nos cabelos. Antes de realizar qualquer procedimento consulte seu médico.

No pós parto é permitido fazer peeling facial.

Mito. Este tipo de tratamento estético só é indicado após 3 meses a data do parto, mas não faça sem antes consultar a opinião do seu médico ginecologista.

Pode fazer Radiofrequência para reduzir a flacidez abdominal no pós parto.

Mito. Este tipo de tratamento só pode ser iniciado após 30 ou 40 dias após a data do parto, porém consulte sempre o seu médico antes de iniciar qualquer tipo de tratamento estético.

Tudo isso é para que você se recupere mais rápido e possa curtir o seu bebê da melhor forma possível, sem complicações ou sustos.