Escola e Educação Filhos e Filhas

Como estragar um filho em 10 jogadas

Como estragar um filho em 10 jogadas
4.5 (90%) 2 votos

O livro «Como estragar um filho em 10 jogadas» (Ed. Paulus) é de autoria de António Mazzi, Sacerdote da Obra Dom Calabria e fundador do Grupo Exodus para a recuperação de toxicodependentes em Itália. Através da sua experiência ao longo das últimas décadas em tratamento de toxicodependentes, o autor pôde identificar sinais e caraterísticas básicas oriundas na educação dada na infância, pelos pais, dentro de casa.

No livro «Como estragar um filho em 10 jogadas», escrito num português de Portugal, com uma pitada de ironia e sarcasmo, António Mazzi elenca alguns pontos importantes a serem observados pelos pais e mães dentro do seu lar.

como-estragar-um-filho-em-10-jogadas

O livro é dividido em pequenos capítulos que abordam situações, dicas e conselhos como:

– Se quer que eles cresçam mal faça assim:

* Contente-se com o satisfaz menos.
* Dê-lhe carinhos de segunda
* Coloque a famílai semrpe depois do trabalho
* Acorde apenas quando ele já for grande
* Superproteja-o
* Caro pai, cara mãe, seja o mais fraco possível
* A palavra de ordem é: vicie-o
* Tem que ser o mais bonito de todos
* Regras de ouro para criar um delinquente
* Descarregue-os para os avós
* Faça-lhe crer que a vida é um paraíso

– Se quer que eles cresçam bem faça assim:

* Explique-lhe o valor do esforço
* Conheçao peril do bom pai/boa mãe
* Arrume os quartos desta maneira
* O que faz a mãe sensata
* Vamos repensar a família
* Abra bem os olhos para perceber se ele anda a drogar-se
* Ensine-o a vencer

Estes são apenas alguns itens abordados no livro. Eu achei imensamente interessante porque diz grandes verdades de forma extremamente explícita, que outros autores em algumas outras obras tentam “florear” para não magoar pais e mães. Se você é frontal e gosta de frontalidade e de mensagens objetivas e sem meias palavras, este livro á para você pai, mãe ou profissional na área da educação e/ou psicologia. O livro é INTELIGENTE, porque nos faz pensar, nos faz tentar compreender a frase escrita em tom ironico e é aí que está a delicia de o ler. Muitos não o entenderão, o que é óbvio pois não compreenderão algumas passagens sarcásticas, a estes temos imensa pena, pois perderão grandes “toques” relativamente a educação dos pequenos e dos adolescentes também. 😉 Aos que gostam de pensar, atrevam-se a ler o livro e sem dúvida que sairão enriquecidos após uma hora de leitura.



1 Comentário

Deixar 1 Comentário

Captcha