Como Educar o Filho Unico?

Gostou deste Post?

Costuma-se dizer que filho único ou filha única é sempre o reizinho ou a princesinha da casa; o mais paparicado(a) e mimado(a), isso nem sempre é verdade. Mas por muitas vezes, criar o filho único ou filha única é uma tarefa difícil, já que se você ceder à todos os desejos do pimpolho ou da pimpolha, ele ou ela, pode crescer como um adolescente mimado e se tornar um adulto emocionalmente instável. Por isso que limites sempre são necessários.

Toda mãe quer proteger o seu filho, então é comum que as crianças que são filhos únicos sejam mais mimados e protegidos ao extremo, dado que a mamãe só tem um filhote à se preocupar. Mas se a mãe souber dosar essa proteção, a criança não terá problemas ao longo de sua vida. Essa super proteção do filho único tem nome: “síndrome do filho único”, ela por vezes é diagnosticada assim por psicólogos.

Geralmente as crianças com essa síndrome apresentam mau comportamento, egoísmo, dificuldades em aceitar o não, timidez e apego excessivo aos pais tendendo sempre a ser o centro das atenções. Outras tendem à agressividade e enfrentam pai e mãe com objetivo de fazer valer suas vontades.

A pior parte é quando o pai e mãe tentam negar que mimam excessivamente o filho, e pior ainda quando ‘fecham’ os olhos para o comportamento rebelde que o filho ou filha apresenta para com eles e para com os familiares, colegas, professores e vizinhos.

O primeiro passo para criar um filho único é deixar bem claro para a criança a opção sua de ter somente um filho, mas que isso não significa que a criança terá tudo o que ela quiser. A criança não deve ser tratada como se fosse o centro das atenções.

Outro passo a seguir é nunca fazer todas as vontades nem ceder a todas as chantagens da criança; nunca se renda aos lamentos do seu filho ou filha, por mais cruéis que eles possam parecer, só assim você o estará educando bem; fazendo com que ele aprenda que não pode ter tudo o que quer e que o “não” tem que ser aceito tão bem quanto o “sim”.

O filho único tem que aprender a ser independente logo assim, só assim ele vai ficar menos dependente de você ou do pai, aprendendo desde cedo que apesar dele ser o reizinho da casa, ele tem tarefas e deveres a cumprir no lar.

Você também deve incentivar que o seu filho único tenha muitos amigos e brinque bastante. Não é raro você reparar que os filhos únicos se parecem mais adultos do que a idade que tem. É por esse motivo que você deve fazer com que ele viva intensamente cada idade, que ele brinque muito e tenha vários amigos.

Os presentes só devem ser dados nas datas especiais ou por merecimento, nunca para compensar a falta de um irmão ou para agradá-lo com medo que ele se sinta rejeitado. Aliás, essa regra vale para todas as famílias, independente do número de filhos que tenham.

Educar dá trabalho e muitos pais preferem encher a criança de presentes do que ter de conversar e explicar o que pode e o que não pode. Se você ceder a todas as vontades do seu filho ou filha poderá ter grandes problemas num momento onde terá de dizer um ‘não’, ou numa situação onde você não seja capaz de ‘satisfazer’ as vontades do filho ou filha.

Por isso nada melhor do que ser extremamente realista e de fato se preocupar com o ‘tipo’ de educação que você está dando, e com o tipo de ‘ser humano’ que você está fomando. Sim exatamente isso, você é responsável pela formação do carater e personalidade do seu filho ou de sua filha, por isso esteja atento ao que você lhe ensina.

Lembre-se sempre de que você é o espelho para o seu filho, ele terá sempre a tendência a repetir os seus comportamentos, por isso se quiser realmente educar o seu filho ou filha, esteja também atento ao próprio comportamento. Não adianta cobrar se você não dá bom exemplo!

Sugestão para Leitura: – Dizer não pode ser saudável!



Gostou deste Post?

Comentários

  1. Taís diz:

    Quem acha que educar um filho é fácil, é porque não o educa direito. Educação dá trabalho. Temos que ficar sempre atentos ao seu comportamento, dizendo “não”, sem medo e recriminando quando fizerem algo errado. Lembro-me, quando pequena, meus pais eram bem mais autoritários ,e nem por isso, tornei-me uma pessoa ruim. Muito pelo contrário, ajudou-me a superar as derrotas da vida e tornar-me independente. Por isso, adorei este artigo. Ele diz claramente que os pais de hoje tem medo de dizer “não”, deixando os filhos fazerem o que quiserem, talvez por comodidade. Só que a vida é dura, não é fácil, e estes futuros adultos sofrerão, então, as conseqüências.

  2. LILIAN GREGORIO diz:

    BOA NOITE,
    SOU MÃE DE FILHO ÚNICO E TENHO ACHADO MUITO DIFICIL EDUCAR,POIS O MEU FILHO ESTA NUMA FAZE DE REBELDIA SEM FIM JA PERDI A CONTA DOS CASTIGOS E DE TIRAR AS COISAS QUE ELE MAS GOSTA DE FAZER ELE TEM 8 ANOS E FICO PENSANDO SE NÃO TEM UM MEIO MAS SIMPLES DE SE EDUCAR.

    • admin diz:

      Ola Lilian, infelizmente educar nao é facil, e como eu sempre digo crianças precisam de regras, limites, e horários e isso deve iniciar qdo ele é ainda um bebê. Ja pensou em procurar ajudar de um psicologo ou um psicopedagogo? Talvez um aconselhamento profissional possa lhe ajudar.

  3. Vitoria diz:

    Olá , gostei muito da matéria , tenho uma filha única e ela sempre foi muito aberta a fazer amigos e muito entusiasmada , porém de 2 anos pra cá mais ou menos não estamos tendo sorte na escolha da escola , pois em ambas , mudamos duas vezes de escola , ela esta tendo dificuldades de se relacionar . Fui observa-la no recreio pois ela reclamava que suas colegas brincam somente com uma menina ( a popular da escola ) e como a menina não gosta dela , as outras a rejeitam , isso tb aconteceu na escola anterior , observei e fiquei muito preocupada ao ver o desespero de minha filha para chamar a atenção da menina popular , corria atrás dela e implorava para a menina brincar com ela , e esta só ria de minha filha e a ignorava . por isso os outros colegas a rejeitam pois assistem a humilhação que a menina faz com ela ! ja falei com a dreção da escola para conversar com esta menina e pedir que mude seu comportamento , mas a diretora e pedagoga apenas dizem: ” isso é coisa de criança mamãe ! ” e nada fazem , ja pensei inclusive processar a escola pois minha filha esta muito transtornada e quase nem dorme , acorda com pesadelos com a ” colega ” , não comoe direito e agora tem procurado encontrar a culpa disso em si mesma , ela é linda e tem um corpo perfeito para a idade dela ” 7 anos ” mas vem dizendo : ” mamãe acho que sou barriguda , vai ver que é por isso que minha colega não brinca comigo ” e agora não quer mais comer para ficar magra , temo que esta situação possa resultar numa futura anorexia de minha pequena e estou muito triste e sem saber o que fazer , ela chora todos os dias e diz que não quer ir a aula . mudar de escola não dá pois vivo em uma cidadezinha do interior com ” nada ” de opção escolar particular , tem apenas o brizolão ” ciep ” além destas duas particulares que ela ja estudou . O que faço ? poderia me dar uma dica Lilian ? abraço .

    • admin diz:

      Lilian, infelizmente criança quando quer ser cruel consegue realmente ser. Eu tb passei por isso na infancia, só que naquela época eramos obrigados a
      aceitar e ficar quietos, hoje graças a Deus as coisas estão diferntes, apra isso existe o estatuto de proteção da criança e do adolescente. Sua filha está sofrendo cosntrangimento na escola o que a está afetando psicologicamente.

      Você tem vários caminhos a seguir:
      1º Converse novamente com a diretora e diga que caso ela não tome uma atitude com relação ao este problema, ou seja fale com a menina e com os pais dela tb, vc irá tomar outras providências.
      2º Você pode procurar a delegacia de ensino responsavel pela região onde encontra a escola da sua filha e fazer uma denuncia sobre o que se passa com a sua filha.
      3º Você pode procurar um psicologo relatar o que está acontecendo e solicitar ao psicologo uma laudo de analise psicologica da sua filha e solicitar providencias na escola ou na delegacia de ensino mediante a apresentação deste laudo.

      Infelizmente quem sofre o problema é que tem de correr atras e reinvindicar seus direitos, pq se a gente for esperar a escola a gente morre a espera, pq o papo furado é sempre o mesmo: Criança é assim mesmo mãe.
      Enqto isso crianças crescem traumaztizadas e adquirem inclusive problemas de saúde tudo pq ‘alguem’ se recusou a melindrar a popular da escola. É tempo de sermos corajosos e lutarmos pelo que é certo.
      Só assim o mundo muda.

  4. Edna macia diz:

    eu tem um com 16 anos mais ate hoge nao sei com lida minha casa e umavedadiera bagunca o quarto dele e notebuqe no chao radio roupa suja com limpa caderno hoje ja estou com diabete emocional estou atraz de dica para alivia minha angustia DESUS e tao bom qe conseqi meu coputador

  5. Claudia Negrao diz:

    Olá, tenho um filho apenas, que ira completar 05 anos de idade em Dez/2010 e esta no Jd.1,a professora dele me chamou para reclamar que ele esta jogando agua nela (xaqualhando as mãos dele sobre ela), que ele não gosta de fazer atividades na classe, mas que na hora de brincar ele muda fica mais tranquilo, bom conversei com o meu filho ele disse que não ira mais fazer, então perguntei para a professora se esta td bem disse que nisso sim , mas pediu para eu procurar um psicologo para ele pois as vzs fala alto,as vz grita,eu não sei qual a dela, penso que ela esta exagerando em suas reclamaçãoes,pois converso com demais mães da mesma classe e elas disse que seus filhos tb tem as vzs essas atitudes e a professora não diz nada quem comenta são as crianças para ela, então resolvi fazer esse comentários com a professora e ela desconversou.Gostaria de saber de vcs quais são as coisas normais de uma criança de 04anos para 05 agir em uma classe sendo seu primeiro ano de adaptação.
    Me ajude ,pois conversei com a minha amiga que iria leva-lô ao neuro e psícologo para me ajudar pois o meu filho chega quase no horario dele sair a tarde e ele fica impaciente e começa fazer travessuras como ja citadas e a tia reclama,minha amiga comentou que isso nessa fase e normal eles serem agitados ainda mais sendo seu primeiro ano de escola.Por favor me ajude com alguns conselhos para melhorar a agitação do meu filho.

    • admin diz:

      Ola Claudia, é dificil dizer o que é ou não normal nesta idade, por vezes as crianças nos surpreende com alguma atitude mais agressiva, gritos, e até cenas que nunca fizeram antes. Se eles têm respeito pelos pais pode ser q em casa eles não façam nada, mas na escola e na ausencia dos pais se sentem livres para fazer o que lhes apetece.
      È importante vc conversar com o seu filho e saber como ele se sente na escola, como se relaciona com os coleguinhas e se ele gosta da ‘tia’ da escola.
      Se a criança por qq motivo se sente rejeitada geralmente tem a tendencia a gritar, falar alto p/ tentar de alguma forma se impor. Como ele ainda é pequeno, quem sabe p/ o proximo ano letivo vc mude ele de escola, e qdo o matricular na proxima escola seja bem clara com a diretora ou professora sobre o motivo pelo qual vc o tirou da escola anterior.

  6. mari diz:

    Boa tarde!!tenho um filho de 8 anos ,e meu unico filho,nao sei mais o que fazer..ele esta me dando trabalho,na escola,em casa deixo ele de castigo pelas coisas erradas que ele faz,mas ele faz de conta que nao é com ele..fica baozinho 3 dias e depois volta fazer tudo novamente.pega coisas dos amigos escondido e quando eu pergunto .porque ele faz isso,ele fla que porque sim…tem de tudo e nao precisa disso.nao sei mais o que fazer,,,me ajude ,me oriente pelo amor de deus…nao quero deixa-lo somente de castigo.isso me doe,nao saber educar ele como minha mae me educou…me ajude por favor

  7. eu adorei os comentarios diz:

    eu tenho um filho de 8 anos e fica em casa sosinho estuda de manha e acorda sozinho quando eu ligo para ele se tem licão ele fala que não tem ai eu mando ele fazer já tirei ele da cama para fazer a liçao ele apronta muito q2uando eu pergunto poque ele fez aquilo ele disse por sim ele mente quando faz qulguma coisa sabendo que na casa fica só ele tem que ligar todo os dia me da uma solução agora eu estou pasando dever para ele fazer ja pensei de comprar um vidi game mias é pior me jude pela aomr de deus

    • admin diz:

      Olá ‘Eu adorei’, bem não é nada aconselhavel uma criança de 8 anos ficar sozinho em casa, alias vc está correndo sérios riscos de acontecer algo mto grave com ele. Nao acho que ele tenha idade suficiente para saber o que é certo ou errado, acho que ele teria de ter alguem para cuidar dele, ou ficar em uma escola em periodo integral.

  8. Neide da Siva Genova diz:

    Olá tenho uma filha ,Giovanna 10 anos ela é maravilhosa meiga educada ,obediente ,estudiosa e muito inteligente sei que não é facíl educar mas peço muito a Deus que me ajude e graças a ele estou conseguindo, quando minha filha nasceu eu parei de trabalhar para me dedicar somente a ela E valeu a pena .Foi a melhor decisão que tomei. Claro que eu preciso trabalhar para ajudar meu marido nas contas do mês .mas olhando para traz eu não me arrependo porque minha filha é maravilhosa.É isso ai pessoal naõ é facil mas espero que todas vs posam ser felizes com seus filhos e filhas fé em Deus .E um FELIZ Natal para todos.

  9. Claudia Negrao diz:

    Oi, tenho um filho unico que ira completar 05 anos no dia 12 Dez/10, ele é muito amoroso,mas tem uma energia, como comentei no meu depoimento anterior sobre o comportamento dele na escola, ele está melhorando aos poucos, mas sempre deixe algum rastro de bagunça para trás que eu acho normal mas as tias não querem e sim querem cuidar de um robô,eu sei que é dificil mas nem tudo é necessário colocar no castigo como pedem, mas estou trabalhando o jeito dele para melhorar.O que me incomoda nele é a teimosia, explo: eu comprei uma piscina para ele e junto colocamos um golfinho que jorra agua pela boca e falo para ele desligar qdo ficou algum tempo e ele fica só mais um pouquinho, e ai eu fecho a cara e as vzs fala em tom alto e rude para ele desligar, ele desliga mais fica nervoso por ter chamado a atenção dele é corre no carro dele ou outro brinquedo e começar dar tapas ou chutar e falar toma, falei, ele as vezes não aceita o não, tem dia que esta mais agiatdo e ai fica bem nervoso, ai eu percebi que qdo voltamos da escola ele se engraçou com uma cachorrinha podeeo pequena, a pessoa que doar por falta de espaço, comentei com o meu esposo em pegar mas ele não quer e ja se estressa, gostaria de v/opinião se seria legal pegar para meu filha criar um vinculo de amizade ,não se sentir só talvez seja isso,e fazer ele mudar a sua atitudes e temperamentos explosivos dando essa cachorrinha como uma responsabelidade para ele cuidar, me comente se estou agindo correto e como falar para que meu esposo possa aceitar o pedido.
    Gta.

    • admin diz:

      Olá Claudia estar pensando certo vc está, algumas crianças realmente assumem a tal responsabilidade de cuidar do cão, mas se o seu filho tem dificuldades em aceitar o não e fica nervoso, acho que vc deveria repensar a situação pq a cachorrinha vai ficar p/ vc cuidar, e se vc nao cuidar tenho duvidas de que ele cuidará. Não sei se a escolinha dele tem psicopedagogos ou psicologos, acho que seria indicado vc conversar com um profissional para que vc possa receber orientação em como proceder, infelizmente algumas crianças que têm tudo em casa, as vezes tem dificuldades em ouvir não; e qdo são contrariados se enervam e as vezes ficam até agressivos.

  10. dayanne diz:

    tenho uma filha de apenas 04 anos não sei mas o q fazer para controlar seus limiites, pois não convivo com o pai dela, e ela tem comportamento extremamente dificultoso com o padrasto já tentei de várias forma, já castiguei, já bati, já tirei o q ela mais gosta, e já coversei. poderia me ajudar? desde já agradeço!

  11. maria diz:

    ola eu tenho uma filha de 4 anos ela emuito esperta nao saber fica queta quando saiu com ela e ela faz algo errado e mando ela fica queta ela nao me obedece,ela so fica queta se eu pega o chinelo e fala que vou dar ums tapinha,so que nunca eu bator nela eu queria era comversa e ela me ouvir e atender,eu sento com ela e falor finha nau poder fazer isso que e errado so que ela nao me ouvir.o que eu faço pra educar ela quando tiver no lugares com muita gente .pois nestes locais eque ela começa da as birras dela .maria

  12. silvana diz:

    Olá,
    Tenho um filho de 5 anos, que é um amor de criança, embora sofra pelo excesso de timidez que oscila conforme o dia :tem dias que chora por qualquer motivo, não aceita brincadeiras, não gosta que tirem foto dele, e algumas vezes se agrava em festas, colando em mim, mesmo que incentivado a brincar com outras crianças, algumas vezes ele só se socializa quase na hora de ir embora e tem dias que consegue interaagir socialmente. Diante da recusa de uma criança de brincar com ele, ele interpreta que “ninguém” quer brincar com ele, que ele não tem “nenhum” amigo, e chora copiosamente… Converso bastante com ele, tentando fazê-lo abrir-se às amizades, a não se esconder chorando, pois os outros amigos não vão compreender aquela atitude como a de alguém que quer ter amigos…não sei se ele compreende… confesso que isso me angustia, pois é difícil se fazer entender por uma criança desta idade.

  13. Carol diz:

    Olá, tenho um filho, único, que vai fazer 4 anos e está no jdI. Só que desde o ano passado estou tendo dificuldade de socialização dele na escola. Ele gosta de ser o primeiro em tudo, gosta da atenção voltada pra ele e não admite ser contrariado. Isso ta gerando um grande problema, pois ele se torna agressivo e bate nos amigos. Eu converso muito com ele, digo que não pode que isso é bobagem, que todos são amigos, que a escola é feita para aprender, escutar historias, desenhar etc…Coloco ele de castigo, sem as coisas q ele mais gosta. Mas parece q ele não se importa com os castigos e volta fazer de novo. Estamos praticamente na segunda semana de aula e a professora me passa diariamente as atitudes dele. Perguntei a ela se era somente ele que tinha essas atitudes e ela disse que tinham uns tres como ele, mas q os outros aceitavam o castigo e nao voltavam a fazer e ele nao. Peço sua ajuda, pois ja nao sei q atitude tomar, fico com medo dele ser excluido na escola e discriminado tanto pelos amigos como pelos pais dos amigos, pq sempre fica aquele disse me disse. O q fazer?

  14. BIANCA OLIVEIRA diz:

    ola tenho um filho unico com 7 anos o pai dele viaja muito ai ele dorme comigo .quando o pai chega ele nao quer ir para o quarto dele quer dormi comigo ai fico com dó e vou dormi com ele no quarto dele depois eu saio de lá mas ele vem pro meu quarto e chora faz chantagem comigo .diz que esta com dor .que esta triste sozinho diz que eu nao amo ele pq nao vou dormi com ele fico muito chateada por favor me ajude

  15. lilian bueno stefano diz:

    olá tudo bem meu nome é lilian e estou com um problema em casa tenho um filho de 4 anos e ele esta muito impulcivo naum o consigo controlar tudo que eu ou meu marido diz para ele fazer ele fala que não quer não vai,ele esta teimoso.aconteceu uma coisa na escola dele que ele chegou a puchar a blusa da professora e disse pra ela que ela não mandava nele ele disse coisas para a professora que nem eu acreditei.ele fala coisas que um adulto falaria eu naum intendo como uma criança de 4 anos tem uma mentalidade dessa,eu não sei oq fazer,eu não sei se eu proucuro um psicologa para me ajudar pq eu não sei mais oq fazer com ele eu e meu marido a gente conversa com ele explica as coisas diz que não é assim,mas eu estou desesperada nao sei mesmo oq fazer,se vc poder me ajudar eu vou agradecer muito mesmo….

    • admin diz:

      Lilian, relamente hj em dia as crianças dizem coisas que até Deus duvida.
      Com acesso a televisão, a diversos tipos de programas, computadores, e a convivência na escolinha precocemente elas ficam mais “antenadas”, eu sugiro que vc
      comece a impor limites a ele, comece por colocar regras dentro de casa, há hora p/ comer, p/ dormir, brincar, estudar, ver tv, etc.
      Caso ele se recuse compre uma cadeirinha do tamanho dele e crie um ‘cantinho da reflexão’, cada vez que ele desobeder uma regra coloque ele sentado no cantinho da reflexão por 1 minuto por cada ano de vida, se ele tem 4 anos, são 4 minutos. Mas faça com que ele compreenda pq está alí sentadinho, p/ pensar que o que fez foi incorreto.

      Crie tb regrinhas a serem seguidas porém não se esqueça de incentiva-lo, como por exemplo se ele se portar bem durante toda a semana, vc o levará num parque de diversão no fim de semana, e diga p/ ele que está indo ao parque pq se portou bem e cumpriu direitinho as regras da semana. pode ser que assim funcione, os pais não devem dar nada p/ criança sem que receba algo em troca, ou seja no minimo o bom comportamento. e isso deve ficar bem claro p/ a criança.

  16. simone diz:

    eu tenho um filho de 3 anos mas ele e impossivel não sei com lidar com ele porfavor mim ajude eu falo não pra ele mas ele não aceita o que devo fazer

  17. SONIA REGINA BRUM diz:

    preciso de ajunda com minha filha de 5anos pra ela nada esta bom .Ela quer depois não quer .ATÈ chora efica triste.

  18. regina diz:

    tenho um filho de 06 anos,mas nao sei como educa-lo,por nao ter muita paciencia e nao gostar de ouvir choro ,acabei por torna-lo dependende de dinheiro ou seja ele so toma banho se eu der uma moeda,so escova o dentes se eu lhe der uma moeda e assim por diante.Agora q estou vendo o grau da situaçao estou tentando mudar , mas esta cada vez mas dificil.Ja perdir totalmente o controle e nao sei por onde começa,e o pior e q nao sei dizer nao para td aquilo q me pede,o q mais me deixa triste e saber q a culpada disso td sou eu .Me ajude por favor

    • admin diz:

      Regina, reconhcer que vc errou ao utilziar o dinheiro’como troca’ já um grande passo.
      Seu filho tem que entnder que você é a mãe e ele é o filho.
      Ele tem que toamr banho pq é um dever de todo o ser humano.
      Ele tem que escovar os dentes, pq todo ser humano normal faz isso.
      Eu sugiro que vc procure uma psicologa infantil e exponha para ela a atual situação p/ que ela possa lhe orientar em como proceder p/ que seu filho aja de maneira diferente.

  19. marcya diz:

    realmente é muito dificil de educar um filho mas com um pouco de dosagem de diciplina consseguimos

  20. amanda andrade diz:

    ola gente tenho filho unico, e estou muito preocupada com a educacao dele,, em primeiro lugar ele nao obedece, e mau educado com as pessoas, me responde com malcriacao, nao gosta de outras criancas, e so gosta de ficar sozinho, adora desenhar e ficar trancado dentro do quarto. porfavor me ajuda… ele tem apenas 8 aninhos

  21. Nem tudo é exato!
    Meu filho único nunca foi criado como reizinho,e sempre reclamou disso de ser só.
    Nunca teve vida mansa ou paparicos,ao contrário,foi educado para saber que seria um adulto só e sem quem o protege.
    Isso de paparicar não é por ser filho único e sim por falta de preparo dos pais que acham que filho é seu boneco.
    Filho único é filho e ponto,ou um segundo filho é menos filho filho por ser segundo?
    Filho único paparicado é coisa de pais e terapeutas mediocres!

    • katia diz:

      Realmente Jussara. Nem tudo é exato, sou filha única, tive tudo que uma criança pode sonhar e nem por isso cresci rebelde e neurótica como muitos filhos únicos que tenho visto por aí.
      Eu aprendi que mesmoo sendo filha única quem mandava em casa era a minha mãe, eu aprendi que com os mais velhos não se grita, eu aprendi que quando estou num ônibus e entra uma pessoa de idade, devo ceder o lugar a ela. Eu aprendi que a fila deve ser respeitada, eu aprendi que nem sempre o mundo me diz sim, aprendi que se eu me ‘machucar’ o mundo não irá chorar e nem sofrer minhas dores.
      Aprendi que a outra pessoa é um ser humano como eu.
      Aprendi que o mundo não nasceu para me servir.
      Aprendi a usar as palavras magicas, obrigada, com licença, por favor, desculpe, bom dia, boa tarde e boa noite.
      Aprendi que minha mãe não é minha escrava e aprendi sozinha a fazer comida, lavar roupa e limpar a casa.
      Está vendo como nem tudo é exato? ;)
      Realmente, nem tudo é exato, felizmente apesar de ainda existirem muitos pais e mães que fecham os olhos para o mau comportamento de seu filhos, ainda existem outros que sabem o valor da educação.
      A estes pais omissos só tenho a lamentar e dizer: um dia qdo o seu filho ou filha se voltar contra você, não reclame, foi você quem o educou! ;)

  22. florença diz:

    Tenho 3 filhos, uma de 4 anos, um de 2 anos e outro de 2 meses. Minha filha mais velha, não é filha do pai dos outros 2. E eu tento fazer ela se sentir como se fosse filha dele, pois o pai dela biológico nao faz questão dela. Vê ela apenas aos domingos qdo ela vai para a casa dele, e qdo ele está lá, coisa difícil de acontecer. Ele nunca ligou mto ´pra ela, não sabe nem a escola onde ela estuda. E ela é apaixonada com ele.
    desde pequena ela é mto extressada, grita mto, e agora ela tá com mania de pegar as coisas dos coleguinhas e esconder na roupa, dinheiro e etc.
    A minha irmã, tinha essa mania, não sei se é coisa da idade, ou está tentando chamar atenção, mas agora não sei o que fazer, não sei se estou errando em alguma coisa. Será que o erro está comigo?

    • katia diz:

      Florença, o erro não está em vc, a tendência é a gente se culpar, mas como psicopedagoga partilho da mesma opinião que vc, creio que ela esteja tentado chamar a atenção sua e do pai ausente. Uma soluçao seria vc conversar com o pai dela e tentar transmitir a ele a falta que ela sente e este amor q ela tem por ele. Outra sugestao seria consultar um psicologo e colher a opinião dele, e ver como vc pode ajuda-la :)

  23. diana diz:

    Eu tenho um filho unico de 08 anos, só que a cada dia que passa ele fica pior,toda hora recebo reclamação da Escola por que ele não quer fazer tarefa,não quer fazer o que a professora manda, eu sou separada do pai dele, dai quando ele vai para a casa da vó paterna(todos os dias pela tarde)ele quer ser o dono da verdade,tudo tem que rodar em torno dele, só falta engolir a vó, só que dai ela não reclama ao pai dele com medo dele brigar com o menino, ai espera eu chegar para me dar queicha do que aconteceu.Não sei mais o que fazer, pois tenho problemas com ele em casa,na escola e na casa de outras pessoas tbm.Meu segundo marido vive dizendo que não aguenta mais a rebeldia dele,meu casamento esta por um fio devido esses problemas, converso com ele, explico que ele esta errado, mas ele só falta me engolir.Me ajudem…..

  24. reijane diz:

    ola, tenho um filho de cinco anos, ele adora musica, sabe tds as letras da misica, mais quando e para ele fazer es tarefas da escola ele fica inquieto ele quer assiste tv o que devo fazer

  25. Eliane diz:

    Boa noite, estou aqui com o coração apertadinho porque estou me sentindo a pior mãe do mundo. Tenho dois filhos, uma menina de 17 anos e um menino de 3 anos. A menina foi uma infância e adolescência tranquila, fazíamos atividades juntas, serviços da casa desde pequena ela já auxiliava, juntava brinquedos, lavava bonecas, escovava dentes sozinha, desde 4 anos já tomava banho sem mandar, fazia tarefas e sempre foi uma excelente aluna. Agora eu vivo estressada com meu filho pequeno. Ele é uma benção de Deus, fiz de tudo para poder te-lo e agradeço todos os dias esse milagre. Ele aprendeu falar, andar, andar de bicicleta muito cedo, joga video game, gosta de assistir filmes é muito inteligente mas em contrapartida é muito nervoso, bravo, grita, chuta, agora fala alguns palavrões. Come quando quer, não escova os dentes, bate nas outras crianças e quer tudo só pra ele. Faz cara feia e não pede desculpa nunca. Esses dias ficamos mais de 2 horas com ele chorando e ele não pediu desculpa por ter virado o prato de comida. Me esgotei, chorei e me sinto horrível por não conseguir conte-lo sem gritos e sem fazer uma guerra todos os dias. Sinto que ele está ficando cada dia pior. Conselhos por favor. Obrigado.

  26. marco antonio colucci diz:

    sou filho unico e adotado,tenho 45 anos e me arependo dos momentos que nao passei ao lado do meu pai,falecido e hoje moro com minha mae de 76 anos.tenho uma filha unica minha que tem irmao de outro casamento da mae dela. se eu nao puder fazer pela minha filha, vou fazer´pra quem, meu pai nunca me deu um mundo de riqueza , sem tive dificuldades, mas sempre que presizei, dentro das possibilidades dele ele sempre me ajudou e eu fasso isso com minha filha tambem. tem muita gente que coloca um monte de filhos no mundo e depois fica falando que quem temn so um filho o mima. e logico, eu dou um celular pra minha filha e nao 5 ou seis.fassam pelos seus filhos tudo que puderem, deem a eles muito carinho e amor , tendo limetes, mas deixem sempre eles saberem que sempre vao ter um pai e uma mae. amem seus filhos com atitudes e nao com palavras.obrigado

    • katia diz:

      Olá Sr. Marco,
      Creio eu que cada pai educa seu filho como bem entende.
      Como psico-pedagoga eu apenas digo que o filho é totalmente fruto da educação que teve dentro de casa sob os olhos do pai e da mãe.
      O artigo escrito aqui no nosso blog apenas alerta para pais permissivos e omissos que sejam mais firmes na educação, afinal o que eu mais ouço nos dias de hoje é que: Não consigo conter meu filho. OU Minha filha de 14 anos sai e só volta no dia seguinte, e agora o que eu faço? OU Minha filha não respeita ninguém.
      Tb eu sou filha única e nem por isso sou destrambelhada e exijo que o mundo se curve aos meus pés.
      O que se assiste hoje em dia nas televisões, nas escolas, bullying, e etc…nada mais é da falta de regras e de educação dentro de casa. A familia educa a escolha apenas transmite conhecimentos culturais.
      Isso tudo acontece seja filho único ou não.
      Aqui apenas alertamos para a falta de limites e o dizer sempre amém à tudo que o filho quer ;)

  27. michele diz:

    Gostaria que alguém pudesse me ajudar tenho um filho de 4 anos mas todas as manhãs na hora de se arrumar para a escolinha ele fica dengoso não querendo colocar a roupa me tira do sério o que devo fazer quer escolher a roupa nem o uniforme ele não quer mais colocar por que ele acha feio não sei mais o que fazer ele não sabe aceitar um não ele é muito carinhoso, quando esta comportado dou muito carinho pra ele, meu marido fala que eu dou ousadia pra ele lhe dando carinho e beijinhos será que ele esta certo e eu não tenho firmeza que ele já tomou conta de mim que não me obedece mais?
    Ele é muito debochado e me tira do sério o que devo fazer que procedimento devo começar?
    ficaria muito grata se me respondesse o quanto antes.

  28. solange de andrade vieira diz:

    ola sou a solange tenho um filho de 9 anos ele era um menino estudioso ate que ano passado mudei de casa era nosso sonho que virou pesadelo não nos adapitamos na casa ele perdeu a liberdade de brincar porque aqui tem muito movimento de carro na outra casa ele brincava ate na frente da casa nãõ mantive mais o controle na escola e ele nao estuda mais socorro me ajuda estou enlouquecendo se for atendida obrigada.

    • katia diz:

      Olá Solange,
      Se vc acha que a mudança de casa afetou-o tanto, já pensou em mudar novamente?
      Se por acaso vc não puder mudar, talvez tenha que encontrar outras opções de lazer para que seu filho possa brincar e se distrair sem contar exclusivamente com o espaço que vc tem ou tinha em casa.

  29. Milena diz:

    Oi tenho um único filho de 7 anos ,e ñ sei muito como educa-lo pois acho q por ele

    ser filho único,devo fazer todas as suas vontades.

    Mais tenho medo ,pq hoje posso dar tudo q ele quer e no dia q ñ puder ,como será q ele reajiria?

    Tenho medo de estar estragando meu filho,e futuramente ele venha ser um menino problemático.

    • katia diz:

      Milena, vc própria já respondeu sua pergunta. O q acontecerá no dia em que vc nao puder satisfazer os desejos do seu filho? Acha que ele reagirá bem? :)

  30. jackelline diz:

    eu tenho uma irma ela tem 1 aninho e presiso edocala quando ela creser o que eu faço para fazer isso

  31. si diz:

    minha filha tem 5 anos,ela já foi mais terrivel, nossa não aguento mais reclamação de creche que minha filha não quer estudar, bate nos amiguinhos ela só quer brincar, ela é muito agitada nao seii oque fazer me ajude. ela faz aula de teclado, mas tem dia que nem tocar ela quer.. Ela fica mais agitada perto de criança, quando esta só eu e meu marido ela é mais bosinha só anda de bicicleta assiste desenhos e filmes, mas quando peço p/ forrar cama e ajudar ela nao faz.

  32. Leticia de melo diz:

    tenho um unico filho de 6 anos… esta muito dificil educa-lo pois ele é muito timido e com isso o leva a ser muito sentido, pois toda vez que vou lhe reprimilo ele chora compusivamente e ele mesmo se diminui se comparando a outra criança obediente… alem disso ele é teimoso e muito nervoso… as veses me fecho no quarto para me alcamar e ate choro sem saber o que fazer para que ele entenda…que quando é não é não…

  33. Nil diz:

    Ola, preciso de orienta;’ao, tenho uma filha [unica de 10 anos, at[e aos 8 anos ela era bem dedicada aos estudos, a mim, agora sinto que a cada dia que passa ela se distancia mais e mais de mim, vivo chamando aten;ao dela pra responsabilidade, ela [e me olha sempre com olhar de reprova;’ao, s[o me faz carinho quando quer algo, antes dava tudo que me pedia, depois passei a dar somente quando merece, e isso ficou complicado. Estou sem emprega tbm, sempre teve alguem pra fazer as coisas em ksa, agora sou eu quem tem que fazer, e por pedir sempre sua ajuda, isso aborrece muito. Ser[a que estou fazendo tudo errado

  34. marli ferreira diz:

    Ola, tenho um filho de 6 anos na ultima semana todos os dias recebi reclamação da profª, pque meu filho não assumi responsabilidade na hora de fazer as tarefas.Eu acho que ele ainda não assimilou que esta no 1º ano, pois so quer saber de brincar, ele não tem dificuldade p/ fazer as atividades so que na hora que eh p/ fazer ele brinca e não faz.Ela me disse que o unico problema dele eh a falta de “responsabilidade”.O que devo fazer?

    • katia diz:

      Olá Marli, a criança tem que aprender a ter responsbilidade dentro de casa, apra depois exercer na escola. Comece por conversar com ele e juntos encontrarem em casa atividades pelas quais ele será responsável diariamente como arrumar a cama, arrumar o quarto, guardar os brinquedos, cumprir horários, fazer as tarefas de casa. Quem sabe assim gradativamente ele compreenda que todos nós nesta vida temos nossas obrigações e isso começa desde pequenino.

  35. duda diz:

    SOU MÃE DE FILHA ÚNICO E TENHO ACHADO MUITO DIFICIL EDUCAR,POIS O MINHA FILHA ESTA NUMA FAZE DE REBELDIA, DE TEIMOSIA E RESPONDONA SEM FIM, JA PERDI A CONTA DOS CASTIGOS E DE TIRAR AS COISAS QUE ELE MAS GOSTA DE FAZER ELA TEM 5 ANOS E FICO PENSANDO SE NÃO TEM UM MEIO DE SE EDUCAR QUE EU POSSA FAZER

  36. Elza diz:

    bom dia,
    meu filho tem 16 anos sempre foi estudioso mais nos ultimos 2 anos perdeu o intesse pelos os estudos não sai gosat de sair é fica o tempo todo em casa envita ir a festas dizendo que nimguém conversa com isso também aconteçe na escola fica irritado quando falo para ele fazer um esforço e tentar iniciar uma conversa com colegas da escola muitas vezer já vi chorando não sei como ajudar meu filho ele é filho unico
    preciso de uma orientação obrigada

  37. Valeria Stipp diz:

    Tenho um filho só de 5 anos, ele é muito curioso e aprende tudo com muita facilidade.
    A professora até me disse que ele faz perguntas difíceis de responder, como por exemplo, como a energia chega até o ventilador e se a tomada é 110 ou 220v. Mas em contra partida ela tem reclamado que ele não cria vinculo com nenhuma criança na sala de aula, ele não tem um amigo específico. Ele é uma criança que se recusa a ir em aniversários quando os pais não podem ir, mesmo sabendo que os amiguinhos da escola estarão lá. O que posso fazer para ajudá-lo?

    • katia diz:

      Valeria, nao vejo isso como um problema é importante respeitr a personalidade do seu filho e tentar não força-lo a participar de situações que ele não gosta, creio que forçar só piora a situação.Tente covnersar com ele e perceber pq ele age assim, pergunte mais sobre como são os coleguinhas dele, de quem ele gosta mais e porque? De quem ele gosta menos e porque? Talvez assim vc consiga entender pq seu filho age assim. Boa sorte :)

  38. samia diz:

    boa noite
    tenho uma bebê de 1 ano e 1 mês, ela é muito esperta e inteligente, mas também muito zangada, quando quer uma coisa e digo não, começa a chorar ou fica teimando, falo firme com ela. As vezes obedece de prontidão, mas as vezes é preciso gritar ou até mesmo dá uma palmada pra ela parar. Em certas situações falto enlouquecer só com ela, porque o pai dela não me ajuda em nada. E sei que é muito dificil educar uma criança, mas ela é bem educada, e acho que já sabe coisa até demais prá idade dela. Procuro ensinar muitas coisas a ela, o que pode e o que não pode. Mas sei que tenho que respeitar o espaço dela, para poder educá-la melhor….Beijos e obrigada pela atenção..

  39. Evelyn Cugliari diz:

    Olá pessoal, tenho um filho de 1 ano e 2 meses. Minha mãe morou conosco desde o nascimento dele até 1 mês atras. Agora estou sozinha com ele e sinto que ele esta mal acostumado, pois não fica sozinho nem por 5 minutos, esta comigo o tempo todo, não brinca sozinho nem fica em algum comodo da casa sozinho. Voces saberiam me dizer se isso é normal? E tem alguma dica pra acostumá-lo a brincar sozinho?
    Penso que ele se acostumou a ter sempre alguem com ele. Eu sei que nessa idade nem devemos deixar a criança muito tempo só, mas eu queria ao menos poder fazer o almoço com tranquilidade, pois ele fica na cozinha comigo mexendo em tudo e querendo colo. Espero que possam me ajudar. Obrigada, Evelyn.

    • katia diz:

      Evelyn, sim é mais do que normal ele querer companhia, ele é ainda mto pequenino.
      Uma solução boa são aqueles cercadinhos onde podemos por o bebê dentro com alguns brinquedinhos p/ q ele
      possa se distrair enqto vc faz a comida. Coloque ele na sala numa posição onde seu filho possa te ver na cozinha.
      Assim ele fica sentadinho, vc pode fazer a comida tranquilamente e ele não se sente sozinho.
      E realmente ele é mto pequeno p/ que seja deixado a brincar sozinho em qualquer cômodo da casa por mais seguro que possa parecer. Já imaginou se ele põe algo na boquinha e vc não está por perto?
      Isso é apenas uma das coisas, não é p/ ficar paranóica, mas é sempre bom ter o bebê debaixo dos nossos olhos ;)

  40. Andreia diz:

    Boa noite!!! Tenho um filho de 8 anos, ele é otimo no colégio, não tem problemas pra estudar ou fazer dever de casa ou me obedecer. É sempre muito educado, mas infelismente está batendo em um colega no colégio, já conversei, já pus de castigo, já cancelei joguinho. Não sei mais como agir, alguém tem alguma sugestão?

    • katia diz:

      Olá Andreia, tente conversar com seu filho e perguntar o que se passa para que ele haja desta forma com o coleguinha dele. Algo deve ocorrer para ela agir assim, não acha? :)

Trackbacks

  1. [...] Big Mãe Compartilhe com seus Amigos.Print [...]

Deixe o seu Comentário

*

MisterWP - Criação de sites e blogues Profissionais em Wordpress