Gravidez Saúde da Familia

A Gravidez e o Uso de Medicamentos

Vote neste Post!

A gravidez requer muitos cuidados, entre eles seguir a risca as orientações médicas e só tomar remédios, suplementos e/ou vitaminas se o médico receitar. Não são quaisquer medicamentos que as mulheres grávidas podem ingerir, o cuidado vai desde o mais simples remédio para a dor de cabeça até uma vitamina ou remédio para dores. O mesmo vale para a mamãe no pós parto.

É claro que este alerta não é apenas para você que está grávida, nenhuma pessoa deve tomar  medicamento sem a orientação de um especialista. E não são somente os medicamentos vendidos nas farmácias que devem ser evitados, mas também todo o tipo de manipulados, homeopáticos e chás de qualquer natureza.

O cuidado deve ser maior nos três primeiros meses e o obstetra deve estar ciente de qualquer medicação que qualquer outro medico prescreva; nunca tome nada sem antes o seu obstetra saber, mesmo que seja receitado por um médico.

As pomadas, cremes ou tratamentos de pele também devem passar pela supervisão do médico obstetra; eles podem conter substâncias que podem ser prejudiciais para você e seu bebê.

Até os medicamentos e receitas mais caseiras, feitas a base de ditos populares ou de plantas regionais podem apresentar riscos como aborto espontâneo, contrações cedo demais, parto prematuro e má-formação do feto. É por isso que não se recomenda seguir nem receitas caseiras e muito menos conselhos populares.

Qualquer problema ou sintoma que você tiver vá ao seu obstetra, pois somente ele pode te indicar um medicamente que resolva o seu problema sem afetar a saúde sua e do seu bebê.

Em alguns casos uma simples mudança na alimentação resolve,  é o caso dos enjôos que você pode fracionar a comida para não ficar muitas horas em jejum ou até mesmo fazer acupuntura. Para tirar o inchaço das pernas, reduza o sal da comida e relaxe com as pernas para cima; isto ativa a circulação.

Aproveito para deixar aqui um alerta, fico impressionada com a quantidade de mamães que após o parto não voltam aos seus médicos. Muitas delas apresentam sintomas como dores, febres, problemas na cicatrização dos pontos e ainda assim não vão ao médico. Isso é muito sério. Dica de ouro: Não vale a pena ficar na internet em busca de resposas milagrosas. Isso não existe, cada caso é um caso, e uma pessoa para resolver qualquer problema de saúde tem que passar pelo médico. Somente um médico é capaz de examinar, avaliar, diagnosticar e receitar medicamentos.

Essas dicas são válidas para você passar longe da farmácia e não se sentir tentada a comprar algum medicamento que milagrosamente resolva o seu problema. Remédio nem sempre é sinônimo de cura, já que no seu caso de gravidez ele pode trazer mais complicações do que benefícios.



Deixar 1 Comentário

Captcha